Um jovem brasileiro do estado do Ceará desenvolveu um tipo de plástico biodegradável que é a partir de batatas e que futuramente pode ser usado como matéria-prima para a produção de sacolas plásticas e outros itens muito utilizados no nosso dia a dia.

Graças à inovação do estudante Matheus Brito, ele foi convidado para participar da maior feira de engenharia da América Latina, a FEBRACE.

O desenvolvimento e conclusão do estudo do material plástico biodegradável teve 3 anos de duração e foi projetada enquanto Matheus cursava o ensino médio.

Ele contou com a orientação do professor Leonardo Sousa e do Colégio Paraíso. Os testes in vitro conduzidos no colégio foram bem sucedidos e Matheus ganhou uma publicação na revista científica e-Ciência, na categoria “Iniciação Científica Júnior”.

Reprodução

O jovem acredita que no futuro, o seu projeto realmente será utilizado na fabricação de sacolas plásticas, o que seria uma excelente alternativa sustentável, reduzindo a produção de lixo.

Além disso, o meio ambiente é favorecido por menor uso de plástico que acaba por poluir rios, oceanos e lençóis freáticos.

Ao lado do professor Leonardo, Matheus têm realizado estudos sobre a adesão do plástico do bem, com respostas bastante promissoras.

Reprodução

Para o Colégio Paraíso, em Juazeiro do Norte, essa tecnologia merece ser comemorada: “As descobertas científicas dos nossos alunos nos enchem de orgulho!”, escreveu a instituição em seu site.

Fonte: Razões para acreditar

Imagem de Capa: Reprodução





Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!