Não desista da pessoa que você está se tornando. Encerrar e iniciar ciclos faz parte da sua evolução.

Muitas vezes, frente a algumas situações difíceis, você se perguntou o porquê de enfrentar aquilo? Pensou que poderia ser mais fácil? Fez força contrária ao sentido que, no fundo, sabia que era o correto a seguir?

Você relutou para sair daquele relacionamento que, no fundo, sabia que não dava mais ou insistiu em ficar naquele emprego que já não lhe fazia mais brilhar os olhos? Quantas vezes você sentiu que determinada amizade não era mais para você?

Acontece que aceitar e encarar o fim de um ciclo muitas vezes nos causa medo, angústia, tristeza.

Sempre que iniciamos algo em nossas vidas, seja um relacionamento amoroso, uma amizade, um projeto ou qualquer outra coisa, normalmente não pensamos no fim e, por consequência, não nos preparamos emocionalmente para ele. Temos uma tendência muito grande a sofrer por abrir mão de algo. Assusta-nos pensar o que pode vir pela frente.

Por essência, nossa mente começa a procurar formas de nos proteger da dor e, em decorrência disso, acabamos por dificultar o desfecho.

Precisamos entender que estamos aqui em um constante processo de evolução e que os ciclos existem justamente para que possamos ter a oportunidade de evoluir.

Muitas vezes algo nos é tirado para que possamos dar espaço para receber coisas maiores.

Cada ciclo precisa ser vivido com o melhor de nós, pois há aprendizado em tudo que experienciamos. Precisamos cuidar de nossos pensamentos, nossas emoções, nossos posicionamentos, para que possamos tirar o máximo proveito de tudo e isso vale para situações, sejam elas boas ou más.

As lições aprendidas nos serão muito válidas em futuras situações com as quais podemos nos deparar. Tão importante quanto viver cada um dos ciclos é saber reconhecer quando eles acabaram. Aceitar, ser grato, tomar as atitudes que são necessárias para pôr um ponto final e seguir.

Não é fácil, mas pode ser tornar menos traumático, se pararmos de focar nessa possível “dor do final” e colocar toda nossa atenção e fé no que está por vir. Entender que não podemos permanecer em uma situação que não nos acrescenta mais nada ou que está nos causando incômodo, tristeza.

Perceba que quando precisamos fazer força demais para que algo continue e dê certo, essa força é necessária porque passamos a lutar contra o fluxo natural das coisas.

Por não fluir como antes, ficamos exaustos, nossas mentes passam a não descansar e não há nada mais importante para nós que a nossa paz.

Então, perceba os sinais e escolha o que é melhor para você! Escolha continuar sua caminhada, muitas coisas ficam sim pelo caminho. Isso não quer dizer que elas não foram importantes, elas foram necessárias para a sua evolução pessoal.

Olhe para frente, permita-se recomeçar, coloque fé em você, coloque fé na vida. Tenha sempre gratidão por tudo que passou e esteja sempre de braços abertos para receber o novo.

Tire o peso, liberte-se e siga firme no caminho da evolução.

Por: Naiara Cristina Souza

Imagem de capa: Bobby Johnson de Unsplash

VEJA TAMBÉM




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!