Hoje a casa está arrumada, a bagunça que foi feita já não existe mais. Hoje consigo abrir as portas do meu coração para você entrar, porém só entre se for pra ficar. É covardia despertar o interesse de alguém se não tem a pretensão de ficar.

Todo mundo já sofreu por amor, você, eu, seu vizinho… Isso não é justificativa para sair por aí fazendo curtas moradas, não justifica entrar, fazer uma bagunça e ir embora sem nem olhar pra trás.

Eu demorei tanto para deixar tudo do jeito que você encontrou, eu custei me reerguer.

Foi tão difícil arrumar tudo, foi tão doloroso colar cada pedaço meu.

É muita covardia dizer palavras bonitas e depois agir como se não soubesse o que quer. É covardia dizer que quer ficar e agir como quem vai embora a qualquer momento. Não precisa ficar me dando desculpas para sua ausência, quem é bom em desculpas, não é bom em mais nada.

Eu tenho morada permanente em meu coração, deixei você entrar para ficar.

Não seja a pessoa que vai me abraçar durante a semana, mas vai me deixar em casa sem resposta no final de semana remoendo e pensando no que eu possa ter feito de errado.

Seja a pessoa que não vai me prometer nada, mas que me mostre a cada dia o quanto quer ficar. Não me deixe sem resposta quando eu pergunto se vai vir me ver ou se você quer ficar.

“(…) eu não posso querer sozinha.”

Você entrou na minha vida de uma forma muito bonita, foi tudo tão encantador, tudo tão diferente que eu quis que você ficasse, quis que se encaixasse na minha vida, mas eu não posso querer sozinha.

Se não quiser entrar não tem problema, eu sempre estarei na janela para conversar com você, sempre estarei na janela do meu coração para te ver passar, porque você é incrível, e sempre que eu te ver passar pela janela eu vou lembrar: “como eu queria que ele tivesse entrado”.

Por: Thais Rocha

Imagem de capa: Leonardo Cardozo Galves no Pexels

VEJA TAMBÉM




Thais Rocha
Mineira com paixão pelo Rio de janeiro, amante de tatuagens, viagens e um bom vinho. Engenheira Civil, mercadóloga, aquariana, amante da vida, sonhadora, pessoa que escreve sobre a vida, os amigos, as dores de amores passados, emoções de novas descobertas e sentimentos. Compartilho experiencias e opiniões. Escrever me traz leveza pra alma.