Fico triste quando oiço que os dias festivos deviam terminar, que esses dias deviam deixar de ser vividos nas escolas… Porque realmente todos os dias são dias para ser festejados, mas pode haver um dia especial para cada ocasião só porque o calendário o diz.
Quantos anos passei o dia dezanove de Março, como “dita a vida”? Nove anos.

Após esses nove anos, era um dia especial em que nos preparávamos para fazer uma surpresa, em que me lembro da professora todos os anos me perguntar se preferia não fazer.

Claro que preferia fazer e que ele a fosse receber, mas dado que não a podia receber… Eu fazia todas as gravatinhas, todos os porta-chaves, todos os postais, todas essas coisinhas que a escolinha decidia…

“Porque mesmo que não estivesse cá, estaria em algum lado a ver.”

Era, portanto, uma semana de ansiedade para os meus colegas, e para mim de memórias e perguntas. Só pensava no que o meu pai ia dizer… Qual seria a piada que ia mandar? Quantos beijinhos me ia dar? Será que ia usar o porta-chaves? Que faria ele com a gravata, se nem a usava? Ia ler o postal a rir, disso tenho a certeza, e por isso já valia a pena. Porque mesmo que não estivesse cá, estaria em algum lado a ver.

Chegava a casa, mostrava à minha mãe, e guardava a lembrança na mesinha de cabeceira dele, para que durante a noite ele pudesse ir lá ver, pensava eu…
Melhor que os meus pensamentos, era olhar para os meus colegas radiantes e ansiosos para que chegasse o tão desejado dia, esse dia que muitas vezes eram os próprios pais a irem busca-los à escola.

“(…) não é suposto teres nove anos e já não teres pai.”

Acima de feliz por eles, eu invejava cada um deles, por eles ainda os terem! Mas claro que tinham, não é suposto teres nove anos e já não teres pai.

Ainda hoje, com 27 anos, recordo todos os meus amigos que o dia do Pai está a chegar, ajudo-os a comprar as prendas e faço o tal postal para o meu pai. Porque por uma pessoa não ter, não quer dizer que o resto do mundo não possa ter este dia especial e diferente.

Por: Sofia Sobral

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!