Dei te o meu mundo em troca de “nada”, e esse “nada” que me deste, saiu mais caro do que eu esperava.

Tudo te dei, tudo fiz por ti.

Fiz-te sorrir quando tu só querias chorar.
Levantei-te todas as vezes que caíste, enquanto muitos passavam por ti e nem te ajudavam.
Disse-te sim a tudo mesmo quando muitas vezes queria dizer te Não.
Fui muitas vezes até ao fim do mundo por ti.
Lutei ao teu lado nas tuas batalhas mais difíceis
Continuei contigo, mesmo quando todos tinham desistido de ti.
Muitas foram as vezes que me magoaste, muitas foram as vezes que me deixaste sozinho, mas mesmo assim perdoei-te e fiquei sempre contigo.

Fiz te acreditar que a vida valia a pena, no momento em que ela já não fazia sentido para ti.
Perdi a minha “vida”, perdi vários momentos, perdi horas, minutos, segundos do meu dia.
Perdi oportunidades pra ser feliz, mas mesmo assim continuei do teu lado.

Tudo disse, tudo fiz, para te ver bem, e nada pedi em troca, nada exigi de ti, a não ser o teu sorriso.

Foram muitas a vezes que tu me magoaste, mas sempre que vinhas ter comigo, pedir atenção, um carinho, mesmo magoado contigo, dava te um sorriso e dizia te eu estou aqui pra ti.

Hoje eu pergunto? Será que tudo o que eu fiz valeu a pena?
Meu coração diz que tudo vale a pena, que nada foi em vão, e que o reconhecimento um dia há de chegar.
Mas no meio dos meus pensamentos, penso que não merecias nem metade do que eu fiz por ti.

Mas os dias passam, e o coração ainda espera por aquela palavra meiga, aquele sorriso, aquele reconhecimento, que está inquieto pra sair, mas que prefere ficar escondido.

Por vezes, parece que tudo o que fiz por ti, desaparece num instante quando cometo um erro.
Parece que tudo se torna insignificante comparando com o que os outros dizem ou fazem por ti.

Se eu gosto de ti? Sim..
Sou capaz de lutar por ti? Sim
Mas será que tu fazes o mesmo? Não.

De que me serve ser o mesmo, se era muitas as vezes que tinha que pedir a tua atenção, tinha que implorar?

Ja não reconheço esse teu sorriso de alegria que tinhas quando me vias ao longe, ou essa lágrima de tristeza que caia quando eu me despedia de ti.

Os anos passam, as pessoas mudam, mas o sentimento não devia mudar, os sorrisos deviam ser os mesmos, as lágrimas também.

Se tudo fiz, sei que voltava a fazer, porém a vida ensina me que está na hora de dizer “está bom, pára, deste o teu melhor. Agora pensa em ti e segue “.

Sei que no fundo esta aí escondido dentro de ti, aquela pessoa que eu sempre conheci, mas que hoje está com vergonha e não quer se revelar.

Eu nao pedi te o mundo, apenas pedi te um pouco de ti na minha rotina.

Se um sentimento é verdadeiro não precisa pedir, deve ser dado, não quando queremos mas quando tu quisesses e achasses que era o momento certo para dar.

Custa-me tomar esta decisão, mas acho que cansei de pagar por um “nada” que podia dar muito, mas que preferiste cobrá-lo em vez de o ofertar.

Obrigada por seres uma peça importante da minha vida…
Obrigada por me ajudares a crescer e aprender a amar os outros.

Que aquilo que aprendi contigo ontem, sirva de lição hoje, para dar frutos amanhã..

Por: Abel Barbosa

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS