Em Uganda, na África, um menino de dois anos quase foi morto por ser engolido inteiro por um hipopótamo. Entretanto, isso não aconteceu.

Paul Iga, o garoto que quase morreu, estava se divertindo próximo ao Lago Edward quando o animal o atacou, de acordo com o New York Post.

O hipopótamo agarrou a criança e tentou engoli-lo inteiro. Ainda bem que um morador, chamado Chrispas Bagonza, estava perto para conseguir salvar a criança desse acidente.

O morador arremessou pedras no hipopótamo, dessa forma ele soltou o menino da sua boca.

Paul foi levado aos médicos em Bwera, onde felizmente, recebeu ajuda e uma vacina contra a raiva.

Os hipopótamos são animais herbívoros, se alimentam de plantas e eles não são conhecidos por atacar criaturas vivas. Eles são perigosos apenas quando se sentem ameaçados.

No entanto, também são responsáveis por matar várias pessoas todos os anos e atacam humanos que se aproximam. Os hipopótamos têm mandíbulas bem fortes, fazendo com facilidade esmagar objetos bem duros, como abóboras e melancias.

Em virtude de seu tamanho e ser conhecido por ser imprevisível, os hipopótamos os tornam criaturas de força formidável na natureza.

Apesar disso, essa não é a primeira vez que uma pessoa escapa de um ataque de um hipopótamo. Paul Templer, que se envolveu em um incidente como esse.

Em Zimbábue, o homem estava canhoando quando um grupo dos animais atacou o seu barco, fazendo com que o rapaz caísse na água. Os animais tentaram o engolir três vezes.

Paul Templer, de tal sorte que sobreviveu ao ataque, porém infelizmente, perdeu um braço nesse conflito.

Dessa forma, é importante lembrar de manter sempre uma distância segura dos hipopótamos, se caso você, identificar um na natureza, é bom planejar um jeito de fugir.

Imagem de Capa: Reprodução





Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!