Muitos já ouviram falar em crenças limitantes, mas você sabia que também existem crenças fortalecedoras que nos auxiliam na nossa jornada? Mas vamos iniciar falando o que são crenças…

Crenças são a aceitação por parte da mente de que algo é verdadeiro ou real, muitas vezes são sustentadas por um sentido emocional ou espiritual de certezas que nós temos como verdade absoluta.

A ciência moderna está finalmente chegando a uma fase de iluminação, a visão antiga de que mente e corpo são separados está caindo por terra. Estão criando a consciência de que as emoções, os sentimentos e o poder do pensamento têm relação influência direta em nossa saúde física está cada dia mais forte.

Hoje podemos dizer com segurança que pensamentos, palavras, emoções e nosso corpo físico estão todos em sinergia. Sendo assim, um sistema de crença tem uma força enorme, condicionando nossas ações, emoções e até mesmo afetando diretamente o nosso corpo físico.

Temos a mente consciente e subconsciente, a nossa mente consciente é responsável por apenas 12% de nossas ações, os outros 88% é de responsabilidade do nosso subconsciente, onde moram as nossa crenças limitantes e fortalecedoras. Simplificando esses números, quando reconhecemos uma crença limitante, 12% de nossa mente quer mudar e 88% quer manter essa crença. Mas por que a nossa mente quer nos sabotar? Porque ela se acostumou com aquela situação, e acredita ser o melhor para nossas vidas.
A boa notícia é que o nosso consciente pode programar a mente subconsciente para novos hábitos e comportamentos, essa capacidade é construída dentro de nós mesmos. Basta “lutarmos” diariamente contra a procrastinação e fazermos pequenas mudanças para a transformação que queremos ter nas nossas vidas.

Para entender melhor como as crenças são criados, existem 4 níveis de crenças dentro de uma pessoa:

* Nível primário

Crenças primárias são aquelas ensinadas e aceitas desde a infância nessa vida. Elas são crenças que se tornaram uma parte de nós, são mantidas como energia no lobo frontal do cérebro.

* Nível genético

Nesse nível, os programas são herdados dos ancestrais ou estão sendo adicionados aos nossos genes nesta vida. Essas crenças são energias armazenadas no campo morfogenético em torno do DNA físico. Esse “campo” de conhecimento é o que informa a mecânica do DNA o que fazer.

* Nível histórico

Esse nível diz respeito a memórias de vidas passadas, a memória genética profunda ou então a experiências do consciente coletivo que trazemos para o presente. Essas memórias são mantidas em nosso campo áurico.

* Nível de alma

Esse nível é tudo o que a pessoa é. Nesse caso, os programas são tirados do indivíduo como um todo, começando do chacra do coração para fora.

A auto sabotagem é criada através de nossas crenças limitantes, quando acreditamos em algo, mesmo inconscientemente, criamos bloqueios para evoluirmos ou recebermos o que o universo tem para nos dar…

Como mudar isso? Identificou uma crença limitante? Crie frases positivas em relação a essa crença, e repita ela várias vezes ao dia que irá lhe ajudar a liberar o que está travando a sua vida 😉

Ah! Lembre-se de nunca usar o “não” nas frases afirmativas, sempre frases no presente e positivas…

Baseado no livro Thetahealing, uma das mais poderosas técnicas de cura energéticas do mundo. – Vianna Stibal

Por: Karine Francisco

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!