Com a concorrência cada vez mais assídua no mundo dos negócios, compreender os fatores psicológicos que envolvem o consumidor pode ser um grande diferencial para o número de vendas.

O que leva as pessoas a fecharem um negócio? Quais fatores influenciam o comportamento do consumidor? A psicologia te possibilita entender todos esses processos que antecedem a venda e a enxergar as oportunidades do mercado com mais clareza.

Além disso, ter um entendimento sobre o comportamento humano facilita a interação com o comprador, te proporciona maiores possibilidades de vendas e até mesmo a lidar com as frustrações quando elas não acontecem.

Todos nós já vivenciamos algumas situações desagradáveis no trabalho, seja com algum cliente ou até mesmo com outro colega. A verdade é que trabalhar com pessoas e vendas pode ser um grande desafio para quem não está em dia com a saúde mental.

O sucesso de uma empresa está intimamente ligado ao bem-estar físico e emocional de seus funcionários. Uma boa equipe capacitada e amparada psicologicamente é o que irá refletir positivamente na produtividade e por consequência, nas vendas.

Quer entender mais sobre isso? Neste artigo vamos mostrar de que forma todos esses elementos estão conectados, como essas questões influenciam diretamente os seus negócios e te mostrar algumas formas de usar a psicologia a seu favor.

O que é psicologia organizacional?

Que a psicologia é uma grande aliada dos negócios nós já sabemos. Mas você sabia que existe uma área voltada diretamente para as empresas?

A psicologia organizacional é uma das áreas da psicologia voltada ao trabalho que veio para acolher toda a demanda dentro das empresas e potencializar as equipes com apoio psicológico.

Durante muitos anos a área atuante do psicólogo nas empresas foi limitada apenas aos Recursos Humanos. Hoje em dia, as empresas finalmente possuem uma visão mais ampla sobre a importância da psicologia em suas organizações.

A psicologia do Trabalho surgiu no século 19 e posteriormente teve seu enfoque voltado às organizações. Inicialmente, ela era utilizada para aumentar a produtividade e os lucros.

Já a psicologia organizacional do trabalho, nos moldes em que existe hoje, contempla essas duas áreas por completo e nos traz um compilado de estudos e técnicas importantes para o mercado atual.

Quer saber mais sobre como essa área da psicologia atua? Abaixo vamos te mostrar algumas de suas funções mais importantes.

A importância da psicologia organizacional nas empresas

O psicólogo organizacional é capaz de direcionar e perceber as habilidades de cada um com mais facilidade, analisar os comportamentos dos colaboradores e influenciar para o desenvolvimento de suas potencialidades.

Tudo isso será trabalhado em um contexto de acolhimento pelo psicólogo, elaborando estratégias que proporcionem um ambiente de trabalho agradável e que promova saúde aos funcionários.

Hoje em dia, valorizar o capital humano é o ponto crucial para qualquer empresa alcançar níveis de lucratividade muito maiores. Profissionais que se sentem acolhidos e valorizados dentro das organizações, possuem maior autoestima e produtividade no trabalho.

As grandes empresas como o Facebook e Google são cases de sucesso que já vêm trabalhando nisso há um tempo. São exemplos de cultura organizacional que valorizam o capital humano em primeiro lugar, investindo no bem-estar e no desenvolvimento de seus colaboradores.

Soft Skills – O que são e como desenvolvê-los

Você pode nunca ter ouvido falar sobre o termo soft skills, mas com certeza já se deparou com palavras como resiliência e proatividade. Acontece que apesar do nome ser relativamente novo, ele sempre foi um fator determinante para a lucratividade de qualquer negócio.

De acordo com a psicologia, temos 9 tipos diferentes de inteligências e todas elas refletem nas habilidades subjetivas de cada um. Do mesmo modo, as soft skills nada mais são do que um conjunto de habilidades e competências comportamentais que as pessoas possuem.

Elas podem ser desenvolvidas ao longo do tempo ou até mesmo estar ligadas à personalidade de cada ser humano. Uma das soft skills mais requisitas no mercado hoje está relacionada às relações interpessoais.

A capacidade de estabelecer bons relacionamentos, saber ouvir e se comunicar, ter espírito de equipe e criatividade, tudo isso reflete naturalmente na produção da equipe e no lucro da empresa.

O facilitador de tudo isso sempre será o psicólogo, que desenvolverá essas habilidades por meio da escuta ativa dentro do trabalho. Na maioria dos casos, as soft skills não são muito analisadas no processo de entrevista e sim na prática.

Além disso, algumas empresas fornecem serviços de recursos humanos por meio de plataformas digitais que fazem uma pré-seleção de candidatos. Esses sites possuem pesquisas, games, e outras ferramentas que entregam uma amostra das soft skills de cada candidato.

A importância do autoconhecimento

O autoconhecimento é uma das skills mais significativas que você poderá desenvolver. Você já parou para pensar em quais são suas maiores qualidades? Ou quais são seus pontos fortes?

Quanto mais conectado com suas habilidades e potencialidades maior facilidade você terá em empreender e vender seu produto. Da mesma forma, quanto maior for o grau de autoconhecimento maior serão suas possibilidades de se reinventar e inovar nos negócios.

É comum vermos hoje em dia as empresas investindo em palestras, cursos, eventos e workshops voltados à inteligência emocional, comunicação assertiva e tudo mais. Mas será que apenas isso é o bastante?

Sabemos que tudo isso é importante, mas há elementos limitantes de um empreendedor que só serão alcançados e trabalhados por meio do autoconhecimento. Esse processo constante e diário envolvendo inseguranças e fragilidades pode ser muitas vezes desafiador.

Quer saber como colocar em prática o autoconhecimento no seu dia a dia? Separamos algumas dicas que irão te ajudar.

Invista na terapia

Antes de qualquer outra dica, a mais importante será sempre procurar um psicólogo. A internet está recheada de programas superficiais e cursos genéricos que excluem completamente a subjetividade de cada um.

O processo de autoconhecimento pode ser doloroso, envolve fatores psicológicos e inconscientes onde somente o psicólogo é capacitado para te ajudar.

Pratique Mindfulness

A meditação Mindfulness se resume a um conjunto de técnicas de respiração e exercícios de concentração que promovem gradualmente uma vida mais consciente do presente e à atenção plena.

Esse exercício ganhou muito espaço dentro as organizações ultimamente e os resultados são significativos. Na maioria dos casos houve um aumento da produtividade e no foco dos funcionários.

Gostou da ideia? Para quem não conhece ou quer iniciar esse exercício, o Spotify oferece uma série de podcasts com práticas de meditação guiadas ao Mindfulness.

Escreva diariamente

Escrever ajuda as pessoas a lidarem com as emoções. As palavras podem servir como efeito terapêutico para quem está no processo de autoconhecimento.

O exercício de relatar sentimentos ou ideias muitas vezes pode nos revelar características do nosso “eu” e da nossa personalidade que até então passariam ocultas durante toda a vida.

Criar um blog é uma das estratégias mais interessantes para unir o útil ao agradável, pois nele é possível exercitar o autoconhecimento por meio da escrita e simultaneamente engajar pessoas que se identificam com o conteúdo postado. Tudo isso poderá refletir nos negócios indiretamente.

Gostou da ideia? Para criar um blog é muito simples, basta escolher uma boa hospedagem de site e encontrar uma plataforma de blog compatível com o que você deseja.

A hospedagem de site é um serviço essencial para quem quer ter um canal exclusivo e personalizado para trabalhar com ideias sobre psicologia e outros assuntos.

Esteja aberto

Quando se trata de autoconhecimento, a vulnerabilidade te torna mais forte. Estar aberto e despido de paradigmas te possibilita conhecer e reconhecer características e habilidades da sua personalidade com mais facilidade.

Como colocar em prática suas novas potencialidades

Invista nas mídias digitais. Uma das grandes vantagens da tecnologia é ter liberdade para trabalhar todas suas potencialidades e competências de forma livre e criativa.

Depois de abrir as portas do autoconhecimento tudo fica mais fácil para melhorar seus negócios, principalmente por meio do marketing digital e dos sites.

A grande sacada da era digital é a democratização das vendas, e isso acontece devido à facilidade e praticidade de acesso às plataformas. Antigamente a barreira de entrada para o digital era mais difícil e necessitava de um investimento muito maior.

Hoje em dia, os serviços de hospedagem de sites são acessíveis para pequenos empreendedores e as possibilidades de negócios são inúmeras no universo da internet.

Conclusão

Psicologia e negócios sempre andam de mãos dadas. Afinal, negócios são feitos por pessoas e as pessoas são compostas por sentimentos e emoções.

Sendo assim, para se dar bem nessa área, é preciso antes entender os desejos e anseios das pessoas para conseguir oferecer bons serviços e produtos.

Os fatores psicológicos são determinantes em todas as áreas que envolvem vendas e relacionamento com o cliente, pois não é à toa que inúmeras teorias do mundo corporativo vieram da Psicologia.

Por isso, tenha em mente que para ter sucesso no mundo dos negócios, sempre fique atento ao que a Psicologia diz e tem a contribuir.

VEJA TAMBÉM




COMENTÁRIOS