A comida orgânica é sem dúvida a melhor opção para a nossa saúde, já que não contém químicos que são prejudiciais ao nosso organismo. Contudo, o mesmo não acontece no que diz respeito aos efeitos que esta pode ter no clima.

De acordo com um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Chalmers de Tecnologia, da cidade de Gotemburgo na Suécia, a verdade é que a produção de alimentos orgânicos prejudica mais o ambiente do que a produção de alimentos não-orgânicos, já que, devido ao fato de não serem usados fertilizantes químicos para impulsionar as colheitas, estas produzem muito menos, sendo necessário por isso usar uma área maior de terra, contribuindo assim para o aumento do desmatamento.

Tendo em conta que existe uma grande quantidade de carbono que é armazenada nas florestas, com o desmatamento, esta acaba por ser libertada como dióxido de carbono para a atmosfera.

Segundo a pesquisa, esta questão não estará apenas relacionada às plantas orgânicas, mas também à produção de carne orgânica, como por exemplo, as vacas leiteiras recebem grãos orgânicos que automaticamente afetam o meio ambiente novamente.

O tipo de comida é muito mais importante“, diz Stefan Wirsenius, um professor associado da Chalmers, e um dos responsáveis ​​pelo estudo. “Comer feijão orgânico ou frango orgânico é muito melhor para o clima do que comer carne produzida convencionalmente. Mas quando se trata do impacto climático, o nosso estudo mostra que a comida orgânica é uma alternativa muito pior.”, acrescentou.

Todos nós sabemos o quão importante é o tipo de alimentação que fazemos para a nossa saúde e o tipo de alimentos que consumimos, mas será que isso compensa a destruição do nosso meio ambiente?

Fonte: Auxx

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!