Caro amigo como estás?

Eu estou bem mas podia estar melhor.
Tenho que falar, tenho que desabafar sobre algo não está bem.

Sabes aquela altura da vida em que começamos a perceber, que estamos nos a matar por algo que, parece que não tem mais valor para os outros? Pois parece que essa altura chegou pra mim.

Quando se chega a um ponto da vida, em que as pessoas começam a arranjar desculpas pra não estar contigo, ou simplesmente começam a ignorar as tuas SMS, ou demoram muito tempo a responder e quando respondem parece que não mostram vontade de falar, ou simplesmente já nem te procuram como antes, é porque aquilo que nos une a essa pessoa simplesmente já não é o mesmo que era antes, ou seja ou é algo que está fraco ou então deixou de ser um mundo vivido a dois, e passou a ser dois mundos diferentes que parece que estão apenas ligados por uma palavra e não pelo sentimento chamado “Amizade”.

“(…) ultimamente tentavas me despachar quando falava contigo, trocavas de planos sempre que te convidava, mostravas um desinteresse na minha pessoa, ou simplesmente arranjavas desculpas pra não estar comigo (…)”

Foram muitas as vezes que lutei, para que essa nossa ligação se mantivesse forte todos os dias, mas ultimamente tentavas me despachar quando falava contigo, trocavas de planos sempre que te convidava, mostravas um desinteresse na minha pessoa, ou simplesmente arranjavas desculpas pra não estar comigo, mas depois acabava por descobrir que nessas mesmas alturas que te convidava estavas com outras pessoas.

Sabes, tudo isso, chega ao ponto que acaba por magoar uma pessoa, e simplesmente faz nos pensar que é altura de meter um ponto final linha nessa união.

Sim eu sei tudo parecia que aquilo que nos uniu, seria para sempre, que iríamos ter uma ligação eterna, mas olha parece que não estás nem ai para isso.
Já não me procuras, já não queres estar comigo, não queres rir nem falar como antes, nem saber se estou bem ou não.
Procuras me apenas quando precisas de algo e depois, desapareces, e segues o caminho com os teus outros amigos deixando a minha amizade num canto como se eu fosse o número de emergência ou então a Google que quando não sabes algo vens cá ter.

“Cansei de esperar por ti, cansei de tentar tudo e mais alguma coisa pra te fazer feliz, cansei desta luta, de ir atrás de ti e tu não estares aí pra mim.”

Mas sabes que mais? Cansei de esperar por ti, cansei de tentar tudo e mais alguma coisa pra te fazer feliz, cansei desta luta, de ir atrás de ti e tu não estares aí pra mim.

Se supostamente amizade é pra ser vivida a dois, porque é que eu terei que ser o único que tem que andar atrás para tudo resultar e se manter igual?

Bem, parece que está na hora de deixar de lado aquilo que nos uniu durante anos, e seguir a minha vida, procurar novos desafios, novos rumos, nova vida, que adiei há muitos anos atrás pra “cuidar de ti” pra estar ali pra ti, e agora tu nem ligares, sim porque já vi que estas a fazer o mesmo.

Sempre pensei que fosses alguém que levaria para a minha vida, mas olha parece que não é bem assim.
Se calhar não sou assim tão importante como pensava que era pra ti e agora que já não tenho utilidade deixas me de lado e vais em busca de “novidades”.

Quem sabe um dia, no futuro, não te irás lembrar de todos os momentos que tivemos juntos e vais realmente perceber que umas das poucas pessoa que esteve sempre do teu lado, nos bons mas principalmente nos maus momentos, tu descartaste como se fosse um boneco sem utilidade.

“Saio da “tua vida”, sem ressentimento, mas com o coração magoado (…)”

Mas pronto, espero que consigas tudo o que desejas, e que as novas pessoas que entrarem na tua vida, consigam te ajudar e fazer te feliz como fiz (se é que fiz alguma vez)
Saio da “tua vida”, sem ressentimento, mas com o coração magoado, porém com a sensação de dever cumprido para tudo o que fiz e ajudei a construir na tua vida.

Que sejas feliz acima de tudo, pois eu também o vou ser.
Putos um dia, putos para sempre, era esse o nosso lema.
Pena que já não seja para o resto da vida.
Não te preocupes que não te vou esquecer, pois apesar de tudo, boas memórias nunca se esquecem, guardam se pra sempre 🙂

Forte abraço
Do teu ex amigo e puto da vida 😉

Por: Abel Barbosa

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Abel Barbosa
Olá, eu sou o Abel tenho 28 anos e sou um aventureiro por natureza Gosto muito de passear, de estar com amigos, de ir ao cinema e de ouvir música, e claro sempre que possível gosto de me aventurar e de viajar. Sou uma pessoa meiga, sentimentalista, amiga de todo o mundo e sempre pronto a ajudar quem precisa. Gosto de escrever sobre aquilo que sinto, mesmo que muita vezes não tenha assim muita piada, mas sinto me bem ao desabafar o que me vai na alma através da escrita :)