O Critics Choice Awards é um evento de premiação das melhores realizações cinematográficas. Na cerimônia deste ano, havia muita expectativa sobre quem levaria o prêmio de Melhor Ator, já que a disputa estava bastante acirrada.

Os concorrentes ao prêmio deste ano eram: Austin Butler (Elvis), Tom Cruise (Top Gun: Maverick), Colin Farrell (The Banshees of Inisherin), Paul Mescal (Aftersun), Bill Nighy (Living) e Brendan Fraser (The Whale).

Apesar de todos eles terem atuações incríveis, houve um que se destacou e saiu vitorioso: o querido Brendan Fraser.

No filme, Brendam representou Charlie, um professor obeso tentando se reconectar com sua filha afastada, tocou os corações de milhares ao redor do mundo e, claramente, o júri do evento também.

No entanto, quem mais se emocionou foi o próprio Brendan, que fez um discurso comovente e apaixonado ao receber o prêmio, revelando a emoção ao perder a voz diversas vezes e chorar sem medo.

“Este filme, ‘A Baleia’, é sobre o amor. É sobre redenção. Tente… encontrar a luz em um lugar escuro. Tenho muita sorte de ter trabalhado com um conjunto que é incrível. Darren Aronofsky [diretor do filme], eu estava no deserto e provavelmente deveria ter deixado um rastro de migalhas de pão, mas você me encontrou. E como todos os melhores diretores, você apenas me mostrou onde eu precisava ir para chegar onde precisava estar.”

O ator também quis encorajar as pessoas com obesidade a lutarem contra as adversidades. “Se você, um cara como Charlie, que interpretei neste filme, luta contra a obesidade de alguma forma ou apenas sente que está em um mar escuro, quero que saiba que se você também pode ter forças para se levantar e vá em direção à luz, coisas boas vão acontecer”, declarou.

Suas palavras também emocionou todos os presentes, que puderam a felicidade que o ator de 54 anos sentia. Entre eles, a namorada de Brendan, Jeanne Moore, chorou e o aplaudiu de pé o tempo todo.

Imagem de Capa: Reprodução





Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!