Um homem que havia se tornado bilionário por conta de criptomoedas perdeu cerca de 94% de sua riqueza, tendo assim, um recorde para a maior quantidade de dinheiro perdido em um único dia, de acordo com a Bloomberg.

Sam Bankman-Fried, o fundador e CEO da Exchange de criptomoedas FTX, valia cerca de R$90 bilhões de reais (US$17 bilhões de dólares).

Depois de ter alguns dias “difíceis”, ele ficou com “apenas” cerca de R$5 bilhões de reais (US$1 bilhão de dólares). A queda de seu patrimônio deveu-se a um potencial venda da empresa que administrava desde 2019.

No dia 08 de novembro, na terça-feira, bilionário anuncia a venda da FTX para uma outra Exchange de criptomoedas, a Binance.

A FTX sofria de uma severa “crise de liquidez”, além da qual especulações sobre o estado da empresa levaram a retiradas de investimentos de cerca de R$38 bilhões de reais (US$ 6 bilhões de dólares) entre o fim de semana e terça-feira.

O acordo de resgate não foi aprovado, no entanto, depois que o presidente-executivo da Binance, Changpeng “CZ” Zhao, citou “o poder de desistir do acordo a qualquer momento”.

“Devido às recentes revelações que vieram à tona”, acrescentou, “decidimos liquidar qualquer FTT restante [a moeda digital FTX] em nossos livros”.

Após o anúncio, a BBC relata que o FTT perdeu quase 80% de seu valor em relação à semana passada.

Bankman-Fried garantiu aos clientes FTX restantes que seus ativos estariam seguros.

“Nossas equipes estão trabalhando para limpar a carteira de retiradas como está”, ele twittou. “Isso eliminará as crises de liquidez; todos os ativos serão cobertos 1:1.”

Ele acrescentou que vai demorar algum tempo para resolver, mas “o importante é que os clientes estejam protegidos”. Para sua equipe, ele tinha uma mensagem mais simples.

“Sinto muito”, disse Bankman-Fried a seus funcionários na terça-feira, segundo a Reuters. “Eu f*di tudo.”

Imagem da Capa: Reprodução 

VEJA TAMBÉM






Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!