Dormir com outra pessoa nem sempre é fácil. Todos nós criamos certos hábitos, até a dormir, que nem sempre conseguimos conciliar com outras pessoas, principalmente no que diz respeito a partilhar a mesma cama.

Contudo, a verdade é que, quando gostamos realmente da pessoa que temos ao nosso lado e estamos numa relação feliz e saudável, o mais provável é que, por muito que gostemos de dormir de barriga para cima ou até à beira da cama com uma perna de fora dos lençóis, acabemos por dormir bem agarradinhas ao nosso parceiro.

Pois de acordo com alguns estudos, a posição em que dormimos com o nosso parceiro pode dizer bastante sobre a nossa relação.

Um estudo realizado por Richard Wiseman, um professor de Entendimento Público da Psicologia na Universidade de Hertfordshire no Reino Unido, concluiu que os casais que dormem a menos de uma polegada de distância um do outro e virados de frente são mais propensos a serem mais felizes do que aqueles que dormem com alguma distância a separá-los.

Após analisar o comportamento de 1100 pessoas, este pôde concluir que os casais que dormem cara-a-cara, ao mesmo tempo que mantém contato físico são 100% felizes no seu relacionamento, ao contrário daqueles que não se tocam.

O estudo em questão foi ao encontro da pesquisa realizada pelo psiquiatra Samuel Dunkell que revelou que as pessoas que dormem em posição “fetal completa” provavelmente são indecisas, ansiosas e sensíveis às críticas, e que aqueles que dormem numa posição “semi-fetal”, com os joelhos contraídos, são conciliatórios, receptivos ao comprometimento e improváveis ​​de assumir posições extremas.

As pessoas que dormem na posição “real” – deitadas de costas – tendem a ser confiantes, abertas, expansivas e em busca de sensações, sendo que aquelas que dormem “de bruços” no rosto mostram uma tendência à rigidez e ao perfeccionismo.

O estudo em questão descobriu também que 42% dos casais dormem de costas um para o outro, 31% dormem virados para a mesma direção e apenas 4% dormem virados um para o outro.

Além disso, revelou ainda que cerca de 34% dormem mantendo contato físico e 12% passam a noite com menos de uma polegada de distância, enquanto 2% dormem separados por mais de 30 polegadas.

Esta é a primeira pesquisa a examinar as posições de dormir dos casais, e os resultados permitem que as pessoas tenham uma visão da personalidade e do relacionamento de alguém“, disse Wiseman ao Daily Mail.

VEJA TAMBÉM




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!