Nenhuma perda é boa, nunca vi ninguém falar algo positivo sobre perder. Não importa o que você perca a sensação nunca será boa, pelo menos comigo e com os que me cercam nunca foi, e caso você tenha perdido algo e teve uma experiência positiva compartilhe conosco nos comentários abaixo.

Mas vamos lá, vou pontuar algumas situações e compartilhar com vocês minha singela opinião e experiência de vida.

Eu já perdi varias coisas, dinheiro, um amor, sapatos, roupas, objetos que gostava, celulares, uma irmã, e infelizmente um amigo muito querido.

Vou te confessar uma coisa, em todas as situações eu fiquei com um vazio imenso, com aquele buraco dentro do peito, um vazio no estômago e fiquei bem chateada. Quando perdemos algum objeto ou coisa material é bem mais fácil, essas coisas podem se comprar. Mas e quando perdemos alguém? E quando perdemos um parente?

Esse buraco e esse vazio transcendem a alma, e não há nada que se possa fazer para completar o vazio que fica. De todas as perdas que tive a mais dolorosa foi minha irmã, infelizmente se suicidou aos 9 anos, até hoje não conseguimos entender o porque deste fato tão triste. Nunca estamos preparados para perder ninguém, ainda mais nessa idade. Achei que jamais sentiria esse vazio novamente, até que um grande amigo se foi da mesma forma. E mais uma vez me veio aquele vazio da alma, aquele buraco no estomago.
Sim, perder um amigo dói tanto quanto perder um irmão. O peito fica apertado, por alguns momentos ficamos sem chão, com aquele pensamento “será que poderia ter feito algo?”

Nunca estamos preparados para lidar com a morte.

Nunca estamos preparados para perder nada. As perdas ao longo da vida são inevitáveis, alguns buracos ficarão para sempre. A dor é inevitável. Por isso viva hoje, ame hoje, não deixe de dizer eu te amo, sinto sua falta, estou com saudades. As pessoas se vão, e em muitas das vezes elas não se despedem, e o pior, elas não voltam pra se despedir. Nunca sabemos se vai ser o ultimo abraço, o ultimo beijo.

Se tiver que falar, fale hoje, faça tudo hoje porque o amanhã é incerto.

Hoje o Warlen se foi, e eu não tive a chance de me despedir, de dizer o quanto ele era especial, o quanto o mundo era melhor por ele existir. Eu não tive a chance de dar um ultimo abraço, ou de olhar nos olhos dele e dizer :

– Ei cara, não desista da vida. Estamos com você ate o fim.

Eu não consegui falar muita coisa, e hoje só me resta aquele vazio, o vazio que citei lá em cima, aquele que transcende a alma. Hoje ficamos com a dor da perda. Aquela dor que nunca vai passar, mas que com o tempo irá amenizar. Mas perder um amigo é tão doloroso quanto uma perda de qualquer ente querido. Dói, e dói mesmo que os laços que nos unem não sejam de sangue. O maior dos sentimentos sempre será o amor. É com amor que se constrói qualquer relação, seja ela amorosa, familiar ou de amizade.

E é com esse amor que devemos guardar as lembranças de quem já se foi.

E é assim, com muito amor que guardarei nossas lembranças meu amigo. Sei que esta nos iluminando ai de cima.

Texto em homenagem a Warlen Henrique.

Por: Thais Rocha

Imagem de destaque: rawpixel.com no Pexels

VEJA TAMBÉM




Thais Rocha
Mineira com paixão pelo Rio de janeiro, amante de tatuagens, viagens e um bom vinho. Engenheira Civil, mercadóloga, aquariana, amante da vida, sonhadora, pessoa que escreve sobre a vida, os amigos, as dores de amores passados, emoções de novas descobertas e sentimentos. Compartilho experiencias e opiniões. Escrever me traz leveza pra alma.