Você já viu um bebê a nascer na água? É lindo, ele sai a nadar como um peixe. Não que ele saiba nadar ou tenha habilidades para segurar o ar e buscá-lo na superfície, mas é incrível como, depois de um tempo, para muitos deles, este mesmo ambiente de geração e liberdade torna-se um lugar hostil. Muitas pessoas crescem com medo da água, e isto é estranho. Medo de algo que nos gerou e nos mantém vivos. De onde vem este medo?

Estudos sugerem que o principal motivo para esta fobia seja a transferência do medo pelos pais, isto é, os pais passam o medo para o bebê. E como isto acontece é simples: até que desenvolva as habilidades de comunicação oral, os bebês se comunicam através dos sentidos, em especial, a visão. Os olhos são as janelas da alma. A simples reação dos pais em relação à água é suficiente para dizer ao bebê que aquilo é perigoso. O bebê capta esta informação e registra em seu subconsciente. Dentro da psicologia é amplamente sabido que nossas crenças são formadas durante a infância.

Ter crenças de que o mundo é perigoso, de que somos incapazes e coisas parecidas fazem com que nossas versões adultas encontrem, criem e atraiam situações compatíveis com estas crenças.

A crença imita a vida, a vida imita a crença. Ainda, não é só na infância que nosso subconsciente é alimentado, ao longo de toda a vida estamos a reafirmar ou a reprogramar nossa mente, por isso é preciso orar e vigiar.

Orar | Pensamentos são orações. Seja qual for a posição do corpo, a alma está de joelhos. Tomei a liberdade de fazer uma pequena adaptação na frase de Victor Hugo. Muitas vezes, não percebemos que estamos a orar. Ou, (não recebemos porque) estamos a pedir mal. Nossa mente está constantemente a processar informações e a fazer pedidos, e 95% delas passam despercebidas.

História real: após quebrar alguns ossos no acidente, ainda no hospital, uma mulher se lembrou que, ao ver aquele fluxo intenso de carros, ela vivia a dizer para si mesma: “num dia desses, um desses idiotas vai acabar por atropelar-me”. E assim foi. Pedidos como este passam despercebidos por nós, mas jamais pelos anjos. Você pede, e suas orações são atendidas, conforme prometido.

“Pedir e receber” não é uma aposta, é uma lei divina.

Quais orações você tem feito sem perceber? Quais afirmações você vive a repetir para si mesmo? Ninguém me ama. Nunca sobra dinheiro. Minha vida é uma bo***. Não tenho tempo para nada… Será que você está a narrar a vida como ela é, ou, a vida é que está a seguir o roteiro que você mesmo cria com suas orações-despercebidas?

Vigiar | Como culpar o vento pela desordem feita, se fui eu que deixei a janela aberta? É tempo de aprender a administrar melhor o nosso foco. Não dá para controlar o vento, mas dá para controlar se ele entra ou não e em qual quantidade. Assim como não podemos controlar as ações do outro, mas podemos controlar se o outro tem acesso em nossas vidas. Não podemos controlar o conteúdo que passa na TV, filmes e séries, mas o controle remoto está em nossas mãos. Cabe a nós decidir o que permitimos ou não.

É comprovado que seu cérebro não consegue distinguir entre algo que está realmente a acontecer e algo que está a acontecer somente na imaginação. As atividades cerebrais são as mesmas! Tudo o que você vê é processado pela mente e registrado no subconsciente, como documentos e dados de programação, nos arquivos e no sistema, respectivamente. Quando você tem documentos, leis que dizem que a vida é violenta, a vida obedece às leis e é violenta. Da mesma maneira que uma máquina programada para funcionar somente aos domingos, funciona somente aos domingos.

Como está programada a sua mente? Quão próspero é o seu subconsciente? O que você tem assistido? Que tipo de conteúdo as páginas que você segue nas redes sociais oferecem? Com o quê você tem alimentado sua mente? Manter-se informado é importante, mas mergulhar nas notícias ruins não faz nem você nem o mundo melhor. Não se pode alimentar a mente com nutrientes pobres (negativos) e esperar que ela seja saudável (positiva). Vigie para que você não esteja viciado em coisas que deixam suas vibrações negativas. Isto adoece o corpo, literalmente, porque o coloca em situação de estresse, lutar ou correr.

Amai ao próximo como a ti mesmo. Por favor, ame-se. Ame-se muito. Cuide de si.

Mente saudável, corpo saudável.
 Alma iluminada, vida abençoada.

Por: Liam de Melo

Imagem de capa: Andre Moura no Pexels

VEJA TAMBÉM




Liam de Melo
Estudante de Cabala, autor, praticante de meditação e jardineiro a recuperar áreas abandonadas. Trago mensagens simples, com pensamentos profundos, mas ações práticas. Meu maior dom é ajudar a desatar nós em cabeças confusas, cansadas e perdidas. Se estiveres pronto para ouvir os sussurros da alma, não deixe de ler Liam de Melo.