Estar apaixonada(o) é das melhores sensações que podemos vivenciar durante toda a nossa vida. Contudo, à medida que os anos vão passando, vamos mudando a nossa forma de pensar sobre o amor.

Quando somos novos, achamos que a pessoa que gostamos irá ser o nosso “amor para toda a vida”, mas a verdade é que raramente isso acontece. Aliás, filósofos e místicos antigos acreditavam que só nos apaixonamos por três tipos diferentes de pessoas em toda a nossa vida.

Essas pessoas são:

1. O primeiro amor

“O coração quer o que quer”

Normalmente experimentamos o primeiro amor numa idade muito jovem. É o chamado de “amor idealista” e é comum ser com alguém que conhecemos na escola. Esse é o tipo de amor que vemos nos contos de fadas e nos filmes de Hollywood. Apesar de ser muito dramático, este amor é incrivelmente romântico, por isso fazemos tudo ao nosso alcance para que dure o máximo de tempo possível.

2. O segundo amor

“Somos moldados e mudados por quem amamos”

Quando comparado ao primeiro tipo, o segundo amor é muito mais complicado e difícil. Esse amor obriga-nos a entender “quem somos como indivíduos”, “quem são os nossos parceiros” e “onde queremos ir na vida”. Como crescemos muito e amadurecemos, esse amor faz-nos entender o que tipo de pessoa com quem queremos viver o resto de nossa vida. Geralmente termina com um coração partido e lágrimas nos olhos, mas é este relacionamento que nos fará mais fortes.

3. O terceiro e último amor

“Eu quero tudo de ti. As tuas falhas, os teus erros e as tuas imperfeições”

Por esta altura, já não esperamos que o amor seja um conto de fadas. Nós vivemos o amor de forma profunda e sofremos emocional, mental e fisicamente. O terceiro tipo de amor chega às nossas vidas inesperadamente. Contudo, apesar de ser totalmente não planeado, isso fará com que a conexão fique mais forte e apaixonada.

Traduzido e adaptado pela equipa de Sábias Palavras / Inspiring Life

Fonte: Auxx.me

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!