Romântica, sim. Durona, também!

Sempre fui chamada de durona. Talvez a maioria me veja assim por conta da minha teimosia e pulso firme para determinados assuntos. Bato de frente e dou a minha sincera opinião com a leveza de um elefante.

Homens são sempre um caso particular na vida de uma mulher. Com eles aprendi a ser durona-assumida-sem-medo-de-ser-feliz. Aliás, felizes foram aqueles que um dia me conseguiram levar no papo, com aquele jeitinho, com aquele carinho disfarçado de uso, num coração que realmente acredita no amor. Hoje, não mais. Não tenho nenhuma saudade dos tempos em que me envolvi com gente que não me merecia.

Não sou fácil de aturar, de agradar e de convencer. Faço o que quero e quando quero. Nasci livre, fui educada por pais rígidos que me ensinaram a ser dona de mim!

É assustador ser tudo isso, não? Mas eu também me assusto todas as vezes que recebo uma investida de algum homem que acha que me vai levar no papo. Mentiras desnecessárias, não me interessam. Digo tudo isto com a certeza de que uma hora ou outra chegará aquele que vai querer tirar a minha armadura e vai encontrar alguém romântica. Pois é, durona sim, romântica também!

Ser durona não significa não ter sentimentos. Tenho coração de pedra, mas é uma pedra preciosa. Apenas alguns tiveram acesso e entenderam que podem conseguir o meu melhor. Conquistar-me com palavras pode até parecer fácil, até eu começar a pedir atitudes. Presentes caros não me agradam tanto como surpresas simples. Um vinho bom pode até conquistar o meu paladar, mas se durante a degustação não me conseguirem tirar sorrisos da boca, acaba por ser só um vinho bom, nada mais. Gosto de gentilezas, de pé na areia, de silêncio a dois.

Acredito em amor à primeira vista e em segundos e terceiros encontros. Sonho em ter uma família grande e feliz, mesmo sabendo das inúmeras dificuldades para isso acontecer. Não preciso de castelo, mas uma casinha na praia seria interessante. Quero alguém que ature o meu lado de durona com doçura e o meu lado romântico com segurança. Não há nada melhor do que saber que aquele que tu escolheste para estar ao teu lado, também te escolheu e aceitou os teus inúmeros defeitos e qualidades.

Durona sim. Romântica, também. Apesar de um extremo parecer tão assustador, existe sempre aquela doçura sem fim.

TEXTO DEJuliana Manzato
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS