Você quer ser minha?

Escrito por: Bryan Gabriel
Mais textos dele, clique aqui.

A pergunta é simples, não tem enrolação, mas é sério, eu ficaria muito triste se a resposta fosse não. 😉

 

Eu dou bandeira mesmo, eu quero você, não tem como deixar isso mais explícito do que falando pra você e é isso que eu estou falando agora. Mas, mais do que ter você ao meu lado, eu quero que você seja um pouco minha também. Não, não se preocupe, você não precisa se entregar inteiramente, mas eu queria que pelo menos um pouquinho fosse meu.

Não quero tirar seus sonhos e prender você, adoro ver que você tem suas próprias asas pra voar, mas por favor, me ensine a voar do teu lado. Eu não quero que 100% de você seja meu, não quero parecer um dono, isso é coisa de outra relação, talvez da humano/cão, mas por favor, admita pelo menos que é meu, esse teu coração.

Eu não posso deixar de admitir que eu adoro tua independência e a forma como quer se virar com tudo e como ainda é a mulher mais guerreira que eu já conheci. Mas me doa um pouco de ti, pelo menos metade, pra que eu possa cuidar, mimar, alimentar e matar todas as vontades para que, também, antes de te ver indo embora, eu já não morra de antecedência em pensar na nossa saudade.

A pergunta é simples e a resposta pode ser curta, eu juro que não vou me importar, mas por favor, seja clara e me ajude nisso tudo que ainda me aflige. Não precisa se precipitar, pode ser no seu tempo eu me ocupo por aqui, com algum aplicativo como passatempo. Mas agora, chegou a hora.

É ponto final, é deu!

Você quer ser minha?

Diz que sim, eu estou doido pra ser teu.
Escritores3-01-01

 

COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS