Você é uma pessoa emocionalmente forte?

Conciliar a emoção e a razão é sempre uma tarefa difícil, pois ambas exercem muita influência em nossas decisões, no entanto, há pessoas que parecem exercer tal tarefa com maior facilidade.

Há algum truque para conviver melhor com esses dois lados da vida?

Certamente, não é deixar a razão guiar todas as suas atitudes, afinal, isso poderia afastar muitas pessoas ao seu redor, devido a frieza que porventura viria como consequência. Logo, não seria uma boa ideia.

Deixar as rédeas em mãos da emoção também não pode ser boa, já que, isso resultaria em atitudes por impulso, dor, arrependimento e tantas outras coisas.

Talvez a única saída seja realmente o meio-termo, o equilíbrio entre a emoção e a razão, mas o quão difícil é conseguir esta façanha?

Confira abaixo 17 características de pessoas emocionalmente fortes e descubra se você está no caminho.

1. Elas não imploram por atenção

A necessidade de atenção está ligada à emoção.

Os desejos por reconhecimento costumam surgir quando nossas experiências não afetam ou não são percebidas pelos outros e, nesse caso, uma atitude comum é clamar desesperadamente por alguma consideração.

No entanto, implorar por atenção é a forma mais difícil de conquistá-la, e também a maneira mais rápida de ser ignorado.

Em vez de suplicar por valorização, devemos valorizar a nós mesmos.

Pessoas emocionalmente fortes sabem que, se não estivermos cientes da nossa própria importância, então ninguém nunca irá acreditar no que fazemos. Já dizia Shakespeare:

“Plante seu jardim, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.”

2. Elas não permitem que outras pessoas a controlem

Ninguém controla ninguém.

As pessoas psicologicamente fortes não ignoram conselhos ou opiniões alheias, mas também não permitem que essas atribuições confundam seus valores ou conflitem sua personalidade.

Receber críticas abertamente é um ato nobre e construtivo, já que assim buscamos sempre melhorar. Contudo, as pessoas mentalmente fortes evitam dar aos outros o poder de fazê-las se sentir inferiores ou ruins.

3. Elas não guardam rancor

As mágoas são inerentes aos relacionamentos. Brigas são naturais (até certo ponto saudáveis), e fazem parte até mesmo dos relacionamentos mais harmoniosos.

Quando tudo parece ir bem numa relação, é sinal concreto de que alguma coisa está errada. Quando tudo vai mal, também. Então, guardar rancor nunca compensa: isso só gera desolação.

Se estamos magoados com alguém, mas percebemos que a pessoa está realmente arrependida, então não há motivos para perder tempo tentando provar sinceridade: é melhor perdoar e liberar essa tensão.

As pessoas pelas quais guardamos rancor tomam muito do nosso tempo e, principalmente, tiram muito de nossa energia, que pode ser usada em ações melhores, mais benéficas ou produtivas.

4. Elas não deixam de fazer o que amam

Pessoas emocionalmente fortes não deixam de fazer o que amam pelo fato dos outros pensarem que não é o certo ou o adequado.

Elas fazem o que fazem porque gostam de fazer, e se satisfazem com isso, independentemente de qualquer ato de moralismo alheio.

5. Elas não deixam qualquer pessoa entrar na sua vida

Pessoas emocionalmente fortes o são por uma boa razão: elas não se expõem à pessoas que podem esmagar suas defesas ou comprometer sua moral.

É preciso ter um mínimo de pessimismo em relação às expectativas afetivas, pois é arriscado confiar em alguém por muito tempo.

Entretanto, devemos evitar que essa realidade nos impeça de conhecer novas pessoas ou de construir novos laços de afetividade.

6. Elas não têm medo de errar e recomeçar

Cada erro ou fracasso significa uma oportunidade pra melhorar. Como afirmou Thomas Fuller:

“Um tropeço hoje pode evitar uma queda amanhã.”

As pessoas que acreditamos ter o maior sucesso são as mesmas que nunca se esquecem de seus erros e, de fato, devemos mesmo acolher nossos erros como fiéis amigos, pois nunca deixaremos de contar com eles.

Ao assumirmos uma sólida resistência emocional, a gente se permite errar incontáveis vezes, pois cada uma dessas “quedas” acaba nos tornando mais fortes para continuarmos caminhando rumo aos nossos objetivos.

7. Elas não têm medo de dizer “NÃO”

Se não formos capazes de dizer “não”, então será inútil qualquer desejo por controle emocional.

Se não dissermos “não” sempre que for preciso, as pessoas irão se aproveitar da nossa boa vontade, uma hora ou outra.

Dizer “não” é um sinal de que ainda sabemos ponderar o que é desnecessário em nossa vida. Todavia, nas inúmeras ocasiões em que negamos alguma coisa, sempre devemos ter cuidado para não parecermos chatos, negligentes ou intransigentes.

8. Elas não sentem necessidade de agradar todo mundo

É impossível agradar todo mundo. Lembra de Rousseau:

“Quem quer agradar todo mundo, não agrada ninguém.”

Uma pessoa mentalmente forte se esforça para ser amável e gentil quando é justo que assim o seja, mas nunca tem medo de contrariar uma opinião ou contestar um fato, caso ache que é o certo a fazer.

Pessoas com firmeza emocional contam com a possibilidade bem provável de que irão desagradar ou magoar alguém uma vez ou outra, mas elas passam por essas situações, com graça e elegância.

Quanto mais forte emocionalmente, maior independência se estará cultivando.

Pessoas emocionalmente fortes não sentem a necessidade de se encaixar em todos os grupos, pois sabem que já estão muito bem encaixadas onde é mais importante estar: no mundo.

9. Elas não têm medo da mudança

Mudanças na vida são inexoráveis. Por isso, para nos mantermos firmes emocionalmente, temos que abraçar as mudanças e dar boas-vindas aos novos desafios.

O medo do desconhecido nos deixa estagnado: devemos batalhar constantemente contra essa resistência.

Seja em casa, no trabalho ou onde for, um ambiente de mudança e de incertezas oferece o recurso ideal para que uma pessoa emocionalmente forte renove suas energias e faça sempre seu melhor, dentro do possível.

10. Elas não desperdiçam energia com coisas que não podem controlar

Pessoas emocionalmente fortes reclamam menos do trânsito caótico, da temperatura que está muito quente ou muito fria, da eletricidade que foi cortada, da comida que está demorando pra chegar no restaurante ou da política do país que é um fiasco.

Elas reclamam o menos possível desses eventos, pois na maioria das vezes, sabem que não podem controlá-los.

Pessoas que reclamam da vida em redes sociais, por exemplo, acham que a reclamação é uma boa maneira para exteriorizar suas frustrações, mas na real, isso apenas demonstra uma insatisfação que raramente ajuda a solucionar problemas.

11. Elas não têm medo de amar

Em termos emocionais, esse é o ponto mais difícil de lidar.

As pessoas emocionalmente resistentes são mais propensas a evitar relacionamentos duradouros, pois elas pré-determinam que todas as relações serão fadadas ao desastre.

Pelo fato de se preservarem ou manterem uma certa liberdade individual, as pessoas emocionalmente fortes muitas vezes evitam o amor com receio de serem feridas ou desvalorizadas de alguma forma.

Não existe remédio e nem técnica pra excluir esse temor completamente, e é por isso mesmo que amar é o sentimento mais difícil de se controlar.

12. Elas não perdem tempo sentindo pena de si mesmas

A vida se mostra tão dura quanto a percebemos.

As pessoas eventualmente se machucam, ou fracassam, ou morrem. Claro que não é agradável pensar nessas possibilidades, mas elas são realmente inevitáveis. É o que quis dizer o filósofo Soren Kierkegaard:

“O maior perigo do homem é não correr riscos.”

Bem disse Hugh Mackay:

“A vitória e a satisfação não ensinam tanta coisa. É um perigo a ideia de que tudo o que fazemos é partir em busca da felicidade, pois isso tem levado a uma doença na sociedade contemporânea, que é o medo da tristeza.”

No final, a alegria não vem da ausência de problemas, e sim da capacidade de lidar com eles. O mundo irá tentar tirar de nós tudo o que conquistamos e, por isso, devemos agradecer o que temos, em vez de lamentar o que perdemos. As pessoas emocionalmente fortes compreendem isso.

13. Elas não têm medo de assumir riscos

Uma pessoa forte mentalmente está disposta a assumir riscos calculados, mas isso é diferente de pular de cabeça em situações obviamente tolas.

Antes de tomar decisões, uma pessoa mentalmente esforçada irá considerar os piores cenários e riscos que poderão surgir no meio do caminho.

As pessoas com emocional resistente passam por situações adversas com a perspicácia e autoresiliência necessárias. E elas não se abalarão caso tropecem: pelo contrário, isso as motivará a seguir sempre em frente.

14. Elas não renegam o passado 

É difícil se lembrar do passado quando focamos o pensamento nas tristezas vividas e não nas experiências aprendidas.

Uma pessoa sensata não renega seu passado e muito menos se esquece dele, pois sabe que um futuro melhor depende muito disso. George Santayana sempre afirmava:

“Aqueles que não conseguem se lembrar do passado estão condenados a repeti-lo.”

Além do que, as pessoas emocionalmente fortes preferem investir sua energia na criação de um presente e, principalmente, de um futuro melhor.

15. Elas valorizam o tempo que passam sozinhas

Pessoas mentalmente resistentes apreciam e valorizam o tempo que passam sozinhas. Elas usam esse tempo precioso para refletir, planejar e serem mais produtivas.

Essencialmente, elas não dependem dos outros para aumentar sua felicidade e seu humor.

Elas podem ser felizes como todo mundo, sem estarem com todo mundo.

16. Elas não esperam resultados imediatos

As pessoas psicologicamente fortes pensam mais à longo prazo; são mais estratégicas em relação a suas metas (seja uma dieta, um novo projeto ou qualquer objetivo que for).

Essas pessoas sabem que não devem esperar resultados imediatos pois, na grande maioria das vezes, o excesso de ambição para conquistar uma meta é justamente o fator que as impede de agir racionalmente para chegar a esse objetivo.

17. Elas não se esquecem que a felicidade é uma decisão

Pessoas emocionalmente fortes não se esquecem que a felicidade é uma decisão, e não um estado emotivo. É uma questão de perspectiva.

Acreditamos naquilo que vemos (ou então nos iludimos). No entanto, as emoções nem sempre refletem o que enxergamos.

Saber diferenciar ilusão de realidade é o atributo mais vantajoso e fascinante das pessoas emocionalmente fortes.

E você? É uma pessoa mais racional, ou emocional?






COMENTÁRIOS