Tutorial pra resistir às investidas do ex

A gente sabe que você o ama, o quanto vocês são bonitinhos juntos, que a história de vocês é divertida pra contar pros amigos , que os filhos seriam uma gracinha. A gente sabe o quanto é difícil esquecê-lo. É sério, tirar uma pessoa da nossa vida é difícil pra caralho! Mas é completamente possível e, muitas vezes, necessário. Até porque, na maioria dos casos, esse serzinho lindo que você trocou juras de amor algum dia, acaba virando um monstrinho e comendo todos os seus sonhos, sua autoestima e sua possibilidade de ser feliz em um futuro próximo.

Voltar com o ex é um erro fatal. Quantas vezes você já ouviu sua melhor amiga dizer isso? Então, olha aqui, garota. Vamos repetir pela última vez. Chega de ficar se contaminando enquanto relê mensagens antigas. ACABOU. Bola pra frente.

Aff, seria mara se apenas com um conselho conseguíssemos desapegar. Como sabemos que conselhos realmente não têm efeitos milagrosos, principalmente se tratando de mulheres apaixonadas, preparamos um tutorial para você que está aí, num vai e volta danado com o ex. Vale aplicá-lo com o noivo que te enrolou pra casar durante 12 anos, com seu namorado da época do colégio que vive precisando de um tempo pra pensar e até com aquele carinha que você conheceu outro dia e jurou na sua cara, de pé junto, que não vai voltar a se envolver nem se o Papa mandar.

Mas, importante, antes de começar, a primeira coisa que você precisa fazer pra que esse tutorial dê certo é encarar de vez que o fim chegou, sem expectativas de um remember no fim da noite de sábado bêbados ou de querer dar um baba baby no sujeito na próxima balada, ok?

Então, bora lá. Respira. E pratica. Um dia de cada vez.

Regra número um: tire-o do pedestal

Não importa quantas lágrimas ele vai derramar, arrependimento nenhum do mundo é garantia de que tudo vai ser diferente. Flores, minha filha? Joga fora! Pode ser macumba. A verdade é que esse cara aí que você idealizou, não vai mudar. A gente até acha que sim, é tão comovente vê-los chorando por nossa causa, não é? Mas, não. Se ele sumiu, traiu, mentiu, ou simplesmente deixou a toalha molhada em cima da cama, a chance da ação se repetir caso você perdoe é imensa. Foque nos defeitos. Se apegue àquilo que te doeu e te dói. Não é esse tipo de homem que você quer pra você, certo? (se puder evitar pensar em como o corte novo de cabelo dele ficou sexy, seria melhor).

Regra número dois: livre-se das lembranças

O primeiro beijo. A primeira noite. O pedido de namoro. O dia que você foi apresentada para a bruxa da sua sogra. Deleta. Apaga. Junto com as fotos e as cartas trocadas, aproveita e joga esse ursinho de pelúcia cafona fora também! Quando nos afastamos de alguém que gostamos muito, a tendência é ficarmos recordando só os momentos bons. Sim, sabemos que vocês só passaram por momentos bons!!!!!!! Falsiane! Se os piores momentos não tivessem existido, vocês não estariam juntos agora? A matemática é simples: se não deu certo antes, por que agora dará? O que é que você pode fazer de diferente pra ter novamente esses momentos bons? Muito pouco. Até porque você vai ser lembrada dos momentos ruins logo na primeira briga.

Regra número três: delete

Quem não é visto não é lembrado, Cazuza falou alguma coisa assim e nós já amamos. Pode demorar meses até que você tenha o ímpeto de apertar esse tecla maligna do seu telefone ou das suas redes sociais. Mas, acredite, ela funciona de verdade. Quando você não vê o que o fulaninho está fazendo, com quem está saindo ou a quantos km ele está da sua casa, fica bem mais fácil não pensar sobre o assunto. A nossa mente pode ser facilmente condicionada. Sabia? A psicologia é maravilhosa. Use-a a seu favor e liberte-se dos pensamentos repetitivos.

Regra número quatro: resista

Provavelmente depois que ele perceber que você tá fugindo de seus olhos, o garotinho vai sair correndo ensandecido atrás de você. LEI DA VIDA, AMOR. Você achou que bloqueá-lo do whatsapp seria a parte mais difícil da sua vida? Espere só até ver aquela pessoa que você tanto adora se humilhando pra te ter. E, a gente jura, eles fazem coisas inacreditáveis quando estão com o orgulho ferido. Então, assim, ele pode mandar sinal de fumaça, pedir para o amigo escrever uma carta em seu nome, virar o homem aranha e escalar seu prédio ou ir nadando até a China para conseguir falar com você. Mas, como já dissemos, as pessoas não mudam do dia pra noite. E aí, quem é que vai acordar chorando no dia seguinte? Pois é, querida, RESISTA! Antes ele do que você.

Regra número cinco: suma

Olha, você pode ter cartão diamond da balada x, mas a partir do momento que ele passa a ser figurinha certa no local, vá pra casa. Se resguarde, ok? Você não precisa se expor a esse ponto e nem ficar provando para você mesma o quanto é forte. A gente sabe que a carne é fraca, principalmente depois de uns olhares trocados e uns drinks pra dentro. A cidade é grande, amiga, vá circular. Evite os lugares que provavelmente o sujeito dará as caras no período de rehab, mesmo que pra isso você precise abrir mão dos lugares que você gosta. E, aliás, não é tão mais legal curtir uma fossa bebendo uma vodca falsificada com as amigas em casa?

Regra número seis: não diga que é só sexo casual

A gente finge lá no fundo que não está se deixando levar, que é só um lance, um remember, que mal existe? Existe! No fundo, no fundo, se não estivéssemos envolvidas, nem olharíamos na cara do sujeito! Muito menos iriamos pra cama com ele de novo. Falar que o relacionamento virou apenas sexual é a maneira mais boba de tentar atingir o outro. E, na real, enquanto você faz essa pose de durona em liberdade, o cara tá lá comemorando que você se livrou das expectativas. Então, assim. O ideal é esquecer mesmo. Esquecer de verdade. E sumir. Ou assumir que não consegue desapegar e viver ai sofrendo pelos cantos por não ser correspondida da forma que você queria. Seja sincera com você mesma, isso é o mínimo que você merece.

É, avisamos que não ia ser fácil.

Então, saia com as amigas, abra o tinder, se divirta. Se obrigue a olhar para os lados. Pratique isso diariamente. Pode ser que já já você conheça alguém especial. Bom, esperamos que sim. Acreditamos piamente que ter um amor sincero é o jeito mais fácil de esquecer um outro amor. Mas não se surpreenda se, no final das contas, esse amor for apenas você mesma.

COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS