tumblr_m66mwy15Dt1r57mtto1_500

 

Todos os que já amaram e deixaram de amar, ou então sofrem por amores não correspondidos e todos os que ainda não amaram e sonham um dia encontrar a tal de “cara metade” têm uma definição muito própria acerca de como é ou deve ser o amor, sobre como deve e não deve ser a cara-metade e no que nos deve completar.

O que é certo, é que idealizando, o amor é lindo e nossa cara-metade deve ser tudo aquilo que nós achamos e mais alguma coisa e faz dela precisamente aquilo que precisamos.

Idealizar o príncipe/princesa não custa muito, bastam uns cinco ou dez minutos enquanto o sono não chega para que todos os nossos medos nos assombrem, ou então, para que todas as nossas fantasias tomem o seulugar (é sempre melhor diria eu). É bonito pegar em todas aquelas coisas que nos preenchem e colocar em cima dos ombros de alguém que ainda nem sequer deu a cara e esperar que ela/ele nos venha fazer felizes.

É por isso que as pessoas se sentem sós e sem previsão de encontrar aquele/aquela com quem serão felizes para sempre. Na maior parte das vezes, deixam escapar das suas vidas pessoas que realmente poderiam fazer alguma diferença, apenas porque não correspondem à personagem que foram criando.

Não existem pessoas perfeitas, nem príncipes nem princesas é certo, mas existe em algum lugar a pessoa que será perfeita para nós se não idealizarmos tanto.

Não devemos procurar preencher o nosso coração quando ele se sente só, magoado ou triste. Porque nessa altura não saberemos diferenciar as nossas verdadeiras necessidades, daquelas que nos assolam nessas alturas da nossa vida.

Podemos continuar a ser princesas/príncipes nos nossos sonhos…

Mas vamos colocar as mãos à obra, ocupar o papel principal nas nossas vidas e assumir a responsabilidade pela nossa felicidade.

COMPARTILHAR


RECOMENDAMOS