Tô com saudade de foder a tua vida mais uma vez

Você o convidou pra ir ao cinema, disse que tinha um filme bacana que iria estrear e que você precisava assistir com ele, ele disse que não podia, que tinha algumas coisas pra fazer e tudo bem, você acreditou que ele realmente tinha coisas mais importantes pra fazer e preferiu deixar o filme prum outro dia, quem sabe. Chegou uma sexta-feira a noite e ele apareceu te perguntando onde você estava, com quem estava e o que iria fazer, depois ele sumiu. Tudo que ele queria saber era se você já estava em outra, se já tinha o esquecido e se já aproveitava uma sexta-feira sem ele. A verdade é que ele preferia que você ficasse sozinha ou que fosse dormir, porque ele tinha medo de que você encontrasse alguém bacana por aí. Só te fez perder tempo.

Ele disse que era melhor você ficar na sua. Você combinou um encontro, ele disse que precisava pensar. Você ligou, ele disse que estava ocupado, e que assim que pudesse iria te ligar. Ele nunca pôde. Ele sempre deixou solto no ar um interesse em você e isso te confundia bastante. Você já perdeu a conta de quantos ”a gente se fala” ou ”a gente se vê” ele te disse. Ele nunca foi direto, nem um pouco objetivo, tampouco decidido quando deveria ser. O  que ele realmente queria era mesmo foder com tua vida, te prender a ele enquanto ele se decidia, porque sabia que encontrar alguém como você era impossível. Sabe aquele passarinho preso na gaiola que o dono aparece só pra colocar água e checar se ainda canta? Então, ele te tratava assim. Só aparecia pra ver se você ainda estava na dele ou se ainda estava satisfeita com tudo isso.

Ele disse que o que aconteceu entre vocês foi um deslize, um descuido, que nada do que aconteceu deveria de fato acontecer. Brincava com os seus sentimentos, fingia que realmente estava triste por você ter se decepcionado com ele, porque no fundo, tudo que ele queria ela não se culpar, tirar essa culpa das costas, por ter se tornado uma decepção pra alguém. Ele te mandou um coração quebrado no Whatsapp e depois sumiu. Você não conseguiu entender porque ele estava triste sem você e ao mesmo tempo não fez o mínimo de esforço por vocês. Na verdade, ele só estava tentando te convencer de que ele não era tão canalha quanto parecia ser, e que foder com tua vida, na verdade, era só uma questão de percepção sua. Você deixou várias vezes o orgulho de lado e resolveu falar com ele, ele foi monossilábico ao te responder.

Você procurou, ele sequer apareceu. Você se importou, ele sequer demonstrou interesse. Você passou dias tentando puxar assunto e entender o que ele realmente queria de vocês, ele passou semanas sem falar com você. Você não queria se envolver, ele fez de tudo pra que você se envolvesse. Você queria fazer valer, ele não parecia mais disposto. Agora, só depois que percebe que você não deu a mínima, que você o superou e que está até melhor sem ele, ele aparece com um: ”Tô com saudade de você!”, é de partir o coração né? Só que não! Pra mim esse é o típico: ”Tô com saudade de foder a tua vida mais uma vez”.

Não corra atrás de alguém que não dá a miníma por você, por mais que você acredite que o que existe em você é amor, se não existe reciprocidade do outro, não vale a pena amar alguém assim. Se alguém fosse digno do teu amor, esse alguém não estaria correndo na direção contrária a sua. O amor merece abraços, sorrisos e beijos inteiros e sinceros. Se alguém te diz que está com saudade de você mas não te procura, é porque essa pessoa vive muito bem sem você, e a saudade, nesse caso, é só um artificio que essa gente usa pra confundir os outros.

FONTEIandê Albuquerque
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS