Tira esse amor do bolso que ele quer crescer

Na era dos relacionamentos de bolso, quando vale a pena investir tempo e dedicação nessa ação tão arriscada que é o relacionamento duradouro? Essa é a pergunta que vale ouro! Somos a geração da instantaneidade e do impulso: queremos tudo pra ontem, mas só até amanhã à tarde. Sem compromissos, sem precisar abrir mão de nada, principalmente da liberdade. Mas e quando o amor bate o pé e fica? Você serve um café ou estrategicamente se retira?

Eu acredito que se a presença do amor trouxer paz, vale a pena servir o café e pagar pra ver quando é que ele esfria. Sem se render ao pânico de estar fechando as portas pra outras possibilidades promissoras de romance cor-de-rosa. Porque, cê sabe, a porta já tá aberta há tanto tempo e só entra dor. Essa história não justifica sua fuga do amor. Seu ontem cheio de tentativas mal sucedidas também não é base pro teu medo. Pelo contrário, a finalidade é te fazer crescer.

Então só respira, confia e deixar acontecer. Não entrega pra esse sentimento uma lista de tudo que ele tem que curar em você. Estar namorando uma pessoa não vai anular teus medos e inseguranças, não vai eliminar todo e qualquer vestígio de solidão. Você só vai ganhar uma companhia pra passar por tudo isso, trocar os nomes das ansiedades e loucuras. Mas não se engane, elas nunca vão deixar de existir.

Seus vazios só você pode suprir. E cobrar isso do outro é jogar nele a culpa de uma decepção que você mesmo criou, alimentou e fez crescer com tanta saúde. Vê se não se ilude! De um modo geral, o amanhã é e sempre vai ser uma incerteza. A dois essa verdade é a mesma e você precisa aprender a lidar com a certeza de que tudo pode mudar e não há nada que você possa fazer. Não dá pra controlar as vontades do outro, a eternidade desse amor independe de você.

Mas, como canta o Camelo, pode ser cruel a eternidade, deixa caber ao seu amor o que tiver que ser. Se não, sufoca, ele não respira e quem morre é um pedaço de você. Então pensa bem, pensa no bem que a pessoa te faz ao invés de querer agarrar o mundo com as mãos. Porque o mundo tá tão cheio de solidão e não sei se tem coisa melhor pra te oferecer.

Tenta e vê no que vai dar. Investe, aposta, que nunca perde quem tem amor pra dar. Deixa o futuro ser interrogação, ser solto, que incerteza às vezes é bom. Vive da melhor maneira possível o seu hoje, que isso é tudo e só o que a gente pode fazer. Tem que dar a cara à tapa outra e outa vez, tem que se permitir. Eu sei que pra muita coisa a gente precisa de explicação e segurança, mas pro amanhã… ah, não precisa de pingo esse I!

Fonte: Marcella Fernanda

COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS