Te namoro e você nem sabe

Não sei como te dizer isso.
Na verdade, meu estômago se contorce só de pensar em confessar.
Mas uma hora você vai precisar saber.
E acho que essa hora chegou.
Então aqui vai:
Você é a coisa mais incrível que os meus olhos já encontraram para admirar.

Eu não falo, eu não me aproximo, eu não admito.
Eu me calo, eu desvio o olhar, eu me fecho.
Eu não demonstro, mas eu sinto.
Eu não falo, mas eu penso.
Eu elaboro toda uma conversa na minha cabeça, mas quando te vejo as palavras voam pra longe.

Você nem imagina, mas em algum outro mundo estamos juntos.
Em um mundo onde eu tenho coragem de me declarar.
E você tem coragem de me querer.
E não pense que é amor. Nunca foi amor.
É alguma coisa bem mais bonita.

Eu te namoro e você nem sabe.
Eu te namoro enquanto você olha para o horizonte e gesticula baixinho como se ninguém fosse reparar.
Eu te namoro enquanto você caminha e tropeça no próprio cadarço desamarrado.
Eu te namoro enquanto você franze a testa quando lê algo complicado.
Eu te namoro enquanto você dá o sorriso mais lindo de todos diante de qualquer coisa que te alegre.

E você tem um sorriso fácil.
Tudo te é motivo para ser feliz.
O mundo é a sua alegria particular.
Você sorri para ele e ele sorri de volta para você.

E eu não espero que alguma coisa mude.
Eu não espero que você me note.
Eu não espero que você se aproxime.
Eu não espero o que eu sei que não posso ter.
Eu não posso ter você.
Na verdade, ninguém pode.
E por isso mais uma vez eu me pego admirando você.

Mas se por acaso algum dia você sentir que não restou mais ninguém
Que o mundo é um lugar que não vale a pena
E que ninguém irá te segurar caso você caia
Saiba que você tem a mim.
Porque você me tem da cabeça aos pés desde o primeiro ‘olá’.

Você me tem mesmo sem saber que tem.
Você me tem mesmo sem querer ter.
Você me tem completamente.
Irrefutavelmente.
E incondicionalmente.

FONTEDeu Ruim
TEXTO DEMarina Barbieri
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS