Só de te ver, meu dia se alegra

Existem pessoas que cativam e que embelezam as nossas almas. Os seus rostos possuem esse magnetismo emocional que, como a superfície de um lago transparente, são capazes de refletir a nobreza de um bom coração e a empatia inscrita no olhar. Pessoas que fazem você pensar: “Só de te ver, meu dia se alegra.”

Como aponta o doutor em psiquiatria Enrique Rojas, a personalidade sempre aparece em nossos rostos porque “no rosto reside a essência da pessoa”. Além disso, o cérebro, nutrido pelas premissas da socialização e das emoções, intui e é influenciado por esses rostos severos ou esse sorriso amável que envolve e tranquiliza.

Existem olhares apagados onde se lê o ressentimento e a amargura, existem rostos que oferecem desconfiança, mas o seu rosto, a sua presença, alegra os meus dias com a simplicidade das suas expressões alheias ao artifício e repletas de reciprocidade.

A comunicação mais pura, a mais sincera e significativa não se transmite com palavras, mas sim com gestos. Cada movimento facial é gerado nas profundezas do nosso ser, a partir desse mundo emocional capaz de se conectar com aqueles que o rodeiam enquanto, às vezes, nem sequer ganhamos consciência disso.

A emoção é transmitida pelos gestos, não pelos rostos

Embora seja verdade que estamos acostumados a ouvir que “o rosto é o espelho da alma“, é preciso considerar alguns aspectos a mais que são não apenas interessantes, como também úteis. Paul Ekman, psicólogo pioneiro no estudo das expressões faciais das emoções, explica em uma das suas pesquisas que os rostos podem mentir porque a verdadeira emoção se transmite nos gestos.

  • Segundo Ekman, as pessoas são capazes de expressar até 18 tipos diferentes de sorrisos. O mais genuíno é o chamado “sorriso Duchenne” (contraem-se os músculos da boca, eleva-se muito o canto dos lábios, ocorre uma contração das bochechas e surgem rugas ao redor dos olhos).
  • Os sorrisos agem como “lubrificantes” sociais. Contudo, nem todos os sorrisos nos parecem sinceros, nem todos os rostos, por mais atraentes que sejam, nos oferecem confiança. Com certeza você mesmo já experimentou alguma vez: existem pequenos micro gestos que, quase de forma intuitiva, geram desconforto e desconfiança.
  • Outro aspecto curioso a considerar é que as pessoas também têm a sua própria “experiência gestual” armazenada. Expressões dos nossos pais, amigos ou amores ficam guardadas nos nossos cérebros junto com um fator emocional de agrado ou desagrado.

Tudo isso determinará, quase que de forma instintiva, o modo como algumas pessoas e os seus rostos provocam certo tipo de sensação ou não. O rosto é um grande livro de gestos complexos, que os outros também interpretam segundo a sua própria experiência.

O que alegra o meu coração: o segredo dos relacionamentos positivos

O seu filho, com o seu sorriso sonoro e desdentado, alegra o seu coração quase que instantaneamente. Os seus amigos lhe oferecem bem-estar, cumplicidade e lealdade: só de cruzar com eles casualmente o seu rosto se ilumina. Existem rostos que nos provocam emoções positivas porque o vínculo com eles é enriquecedor e positivo.

Uma resposta sincera é sinal de amizade verdadeira, um olhar sincero é a chave que conecta para sempre os nossos corações.

Apesar dos rostos estarem projetados segundo a evolução para transmitir emoções positivas, com o fim de socializar e conectar, dentro do nosso círculo pessoal mais próximo só algumas poucas pessoas conseguem estabelecer uma conexão especial conosco.

Pilares que edificam os relacionamentos autênticos positivos

Tome nota agora sobre a forma como se constroem os vínculos com esses relacionamentos que são mais significativos para nós.

  • A abertura emocional é o primeiro passo com o qual estabelecer uma “conexão” adequada com a pessoa em questão. Dentro desta dimensão está a capacidade de estabelecer uma confiança sólida, oferecer reconhecimento e uma correta expressão das emoções para poder fortalecer laços e construir.
  • A empatia é a arte da compreensão e da proximidade, facilita a comunicação, o consolo e a resolução de problemas. É uma dimensão essencial que não se transmite unicamente por meio de palavras. O olhar que sabe entender e intuir é uma forma maravilhosa de abraçar a outra pessoa para transmitir-lhe uma mensagem de “te entendo, estou aqui com você”.
  • Um carinho baseado na confiança mútua e no respeito é a melhor forma de construir relacionamentos positivos. São vínculos onde não existe a necessidade de controlar, de roubar espaços próprios ou de demandar uma atenção contínua e obsessiva.

Para concluir, e a título de curiosidade, compartilho que o escritor Joe Navarro, assessor psicológico do FBI, explica que quando você ama ou aprecia uma pessoa sempre irá procurar o seu olhar. É nesse espelho que você se reflete, porque se sente igualmente valorizado e querido. Os olhos são a parte dos nossos corpos sobre a qual não temos controle: são o reflexo da sinceridade.

FONTEA Mente É Maravilhosa
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS