Sinto a tua falta, mas não te quero de volta

Faz tantos dias que não estamos juntos, que já perdi a conta. Parecem-me muitos, mas também poucos, pois o tempo passou lentamente sem ti.

Não me esqueci de nada, nem das promessas, nem das mentiras, muito menos das traições. Sabes… depois de tudo, não sei se é bom ou mau, mas não te guardo rancor, não há ódio no meu coração, ainda que exista muita tristeza.

Sinto a tua falta, admito. Diariamente. Desde que deixaste de estar aqui, não há dia em que eu não pense em ti. O que estarás a fazer e onde estarás?

É complicado, porque devo aceitar que o que sentia por ti, depois da tua traição, mudou muito. Mas o vazio que sinto é imenso, sinto a tua falta apesar de não te querer de volta, e às vezes dá vontade de saber de ti.

Talvez eu já não te ame, mas o carinho que sentia estará sempre aqui, foste a pessoa mais importante no teu momento. Por ti fiz tantas loucuras, e deixei de fazer tantas outras, coisas que jamais acreditei que me fossem passar pela cabeça. Por ti transformei-me numa melhor pessoa, pois sacaste o pior de mim e o melhor também.

Aprendi muito, junto a ti, e sei que tudo isso me fez entender muitas coisas e me deu maturidade. Muito do que sou hoje eu devo-te a ti, mas não te sintas mal, simplesmente digo-te isto porque talvez se não me tivesses traído a minha vida continuaria igual a antes, e o que aconteceu pode pôr-me triste por enquanto mas a vida agora é melhor.

Sabes? Ainda existem muitos lugares que me recordam de ti.

Lugares que frequentámos juntos, odores, canções, cantos da cidade, há muitas coisas que já quis reviver a teu lado só pelo prazer de saber que em algum momento me fizeram feliz.

É difícil ser forte e é ainda mais difícil não te chamar para te dizer que sinto a tua falta… Sei que lerás isto e saberás que é para ti, e ainda bem, pelo menos sabes o que senti e o que tenho sentido desde que não estás aqui. Não te preocupes, não te quero de volta, não voltaria a cometer o mesmo erro, agora não.

Aprendi, cresci e mudei. E talvez sentir a tua falta faça simplesmente parte do processo.

TEXTO DEAutor Desconhecido
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS