Se te causa mais desconforto do que bem, é hora de meter o pé. É hora de rever seus conceitos, colocar na balança e pesar se realmente vale seu esforço e dedicação. Se te anula, abala o seu psicológico e faz com que você se frustre ainda mais, se tornando dependente de alguém que não te dá mais a mínima, é hora de juntar os seus pertences e sair fora.

Se te causa mais dor do que alívio. Se é mais pedra no sapato do que solução para os dias de tédio, não é amor. É carência, dependência e medo de ficar só. Se não te faz enxergar futuro e o desconforto é maior do que a vontade de estar junto, pega o seu rumo e vai embora. Vai por você e pelas coisas que você precisa para se tornar melhor e maior do que esse sentimento raso que você sustentou. Vai sem culpa, sem receio. 

Vai, pois nada mais te segura aqui. Não dá pra viver meio termo e apostar que uma hora vai dar certo. Não dá pra amar por dois e querer fazer das tripas coração por quem não sabe se trepa ou sai de cima. Não dá pra apostar em quem não aposta na gente, quem tem duvidas do que sente e só procura quando convém. 

Não dá pra aceitar ser metade, se você sempre se deu por inteira. Não dá pra viver esperando por alguém que já deu provas o suficiente que vive muito melhor sem você.

Escrito por Rogério Oliveira 

TEXTO DERogério Oliveira
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS