Se era eterno, porque teve fim?

Quer dizer, a gente se separou, não somos mais um casal, não fazemos mais parte dos planos um do outro, mas, tem uma boa parte de tudo isso, que insiste em não passar. Nunca vai passar. Prometemos um amor infinito. Falhamos. Não foi infinito, mas tornou-se eterno, se é que existe alguma lógica nisso. O que estou tentando explicar é que, lá dentro, bem lá no fundo mesmo, o nosso amor sempre vai existir. Porque quando é amor, nunca acaba. Tudo o que você amou na vida, mesmo que seja só por um dia, vai durar para sempre. Você pode tentar pintar de ódio, dizer que tanto faz, que não tem mais importância ou tentar guardar no fundo do peito. Você pode tentar substituir por outro alguém, pode até tentar transformar em críticas, em lágrimas, em brigadeiro, em álcool… A verdade é que, se foi amor, sempre será. Não acredito nesse lance de que só se pode amar uma vez na vida, mas sim, em amores únicos. Não se pode amar nada igualmente. E, por isso, nunca vai existir nada como você. Nada como eu. Nada como nós. Somos o único caso igual a nós na face da Terra. A nossa história ninguém pode apagar, copiar, reviver… Será sempre nossa. Vai doer te ver com outro alguém. Vou chorar quando nossa data chegar, quando abrir o guarda-roupas e ver a camisa que você me deu, quando algum sorriso por aí me lembrar o seu. Rasga-me o peito imaginar o nosso futuro que nunca vai existir, o nosso filho que nunca vai nascer, a nossa casa, pertinho do lago, que eu nunca vou construir. Claro que dói. Mas, passa. Parece que nunca vai passar. Mas, passa. Não morre. Nunca morre. Não acaba. Mas, alivia. O tempo ensina a amar de novo. Não existe dor tamanha que o ser humano não aprenda a conviver. E eu já estou aprendendo a te transformar em um sorriso. Você é, e sempre será, uma das melhores cenas do meu filme. E, vez ou outra, gosto de estourar um pacote de pipocas e ficar nos assistindo na tela da memória. Confesso que hoje terminei de ver com as pipocas encharcadas. Deve ser aquela parte do filme que o mocinho sofre antes que as coisas comecem a dar certo para ele. Espero que sim.






COMENTÁRIOS