Relacionamentos mal acabados

♫ Coleciono uma porção de olhares e alguns toques em minhas mãos, o silêncio na hora certa e alguns remédios para a solidão. ♫

Têm quem colecione selos, garrafas, figurinhas de álbuns de infância, carros. E tem eu, que coleciono relacionamentos mal acabados. Tudo começou na 4° série quando por algum motivo eu pensei que não precisava terminar um “namoro” que na verdade nunca existiu. Esqueceram de me avisar que meninas são complicadas até nisso, para ela existiu. Depois disso veio meu primeiro namoro de verdade que também nunca teve um fim oficial.

Eu admito, sempre tive dificuldade com despedidas. O momento do tchau não é um dos meus preferidos. É que dói aceitar que uma pessoa que por um tempo dividiu tudo com você, em algum momento não vai mais estar ali, e é você que esta fazendo assim.

Com pontos finais, vírgulas ou reticências a vida sempre seguiu. Os anos foram passando e a coleção, consequentemente, aumentando. Nunca consegui me livrar desse problema em dizer “adeus”.

Hoje tenho mais relacionamentos mal acabados do que amigos. Admito que alguns deles eu gostaria de por um ponto final, é que a convivência parece mais leve quando feito isso. Existem aqueles os quais eu nunca quis por sequer uma vírgula, mas os caminhos da vida fizeram assim. E têm aqueles os quais as reticências ainda dão esperança de que a história um dia continue.

Empoeirada na estante de cima da memória essa coleção parece longe de ter um fim. E sabe-se lá quantas peças novas ainda posso agregar a ela. É que a cada esquina a gente pode trombar com alguém, nunca se sabe os caminhos que a vida leva até trilhar por eles.

Eu posso começar uma nova história e dar a ela um final descente, eu posso começar uma nova história e fazer com que ela não tenha um fim. Eu posso pegar um desses relacionamentos mal acabados e dar a eles um novo fim. Verdade seja dita, estou cansado de finais. Talvez eu só precise mesmo é de uma continuidade.

No último item da minha coleção eu guardo também sorrisos, olhares, seus beijos e promessas. A vírgula que você transformou em ponto final, e a dor de ainda me encontrar nas reticências.

♫ Não que não faça mais sentido, só resolvi deixar pra lá algumas cartas, amigos perdidos e alguns olhares que não vão voltar. ♫

FONTEAh Eu Sinto Muito Blues
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS