Quando você voltar, talvez eu não esteja mais aqui

Em todos os relacionamentos existem momentos críticos nos quais não sabemos que decisão tomar. Talvez seja necessário uma pausa para refletir, para decidir se a relação termina ou se vale a pena seguir em frente.

Em um relacionamento o casal é testado constantemente. Existem muitas dificuldades que devem ser superadas: as discussões, o desgaste, a rotina, as escolhas, como por exemplo, mudança de país por motivos de trabalho.

Mas, o que acontece se decidirmos “ir embora”? O relacionamento precisa passar pelo teste do abandono, onde um dos dois vai embora enquanto o outro fica esperando. Ou não?

“O importante não é o amanhã, mas hoje. Hoje estamos aqui, amanhã talvez já não estejamos mais”.
-Félix Lope de Veja y Carpio-

Dizer adeus é muito difícil, mas mais difícil é esquecer

Quando um dos dois decide ir embora, não importa a razão, talvez se arrependa mais cedo ou mais tarde. Às vezes, é preciso “dar um tempo”, e isso pode ser positivo ou negativo. O que ninguém pode fazer é dizer adeus imaginando que a outra pessoa “ficará esperando”. Pense bem, não seja egoísta; foi você quem decidiu ir embora.

Muitos de nós têm medo do. Talvez por algum trauma do passado ou por medo da solidão: é o famoso apego emocional que devemos evitar se desejamos ser felizes.

Mas se alguém que teme ser abandonado for realmente abandonado, pode reagir de várias formas. Para começar, pode ficar muito decepcionado e sentirá muita raiva do outro.

O ressentimento não é uma coisa boa, mas se você decidiu abandonar alguém, isso é inevitável. Coloque-se no lugar do outro; você foi embora e ele ficou… É muito difícil lidar com a dor da perda e tentar esquecer.

Por essa razão, voltar e querer encontrar a mesma pessoa é uma realidade que só existe na sua mente.

Eu aprendi a viver sem você

As pessoas que se sentiram abandonadas pelo seu companheiro, talvez porque eles se foram ou pediram um tempo, acabam superando e aprendendo a viver sem ele. Superam todo o apego e todo o sofrimento por não terem a pessoa amada ao seu lado… Tudo pode ser superado, embora no primeiro momento pareça que o mundo desabou.

Portanto, seria muito egoísta imaginar que vamos encontrar a mesma pessoa que abandonamos, porque ela precisou superar uma dor que nós lhe causamos. Provavelmente você não terá uma segunda chance.

Se o nosso companheiro se foi e não sabemos se voltará ou não, temos que aprender a viver como se ele nunca mais fosse voltar. Se você precisar se separar do seu companheiro, por qualquer motivo que seja, não espere encontrar a mesma pessoa quando voltar. Talvez ela já tenha refeito sua vida e desta vez quem vai sofrer é você.

“Se você for embora, não aguardarei a sua volta: leve os suspiros, os sorrisos e os beijos; se você for embora me deixará sozinho em um “beco sem saída”: leve também a lua, que foi cúmplice do nosso amor”.
-Jeiko Jimenez-

Ninguém é dono de ninguém. O poder está nas nossas escolhas, que vão construir o futuro e mudar o nosso presente. Não podemos segurar ninguém, nem mesmo pedir para nos esperar. Se vamos embora, quem sabe o que pode acontecer?

Nós vamos embora e acreditamos que o outro ficará nos esperando, mas tudo o que fazemos tem seus prós e contras; tudo traz consequências.

FONTEA Mente É Maravilhosa
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS