Quando já não te quiserem, você saberá, ainda que não te digam

Naquele dia de verão, naquele terraço junto ao mar, ao entardecer, minhas lágrimas escorriam em meu rosto, em silêncio, devagar. Ainda que você tenha dito que me queria, nem sequer o meu coração acreditou. E depois desse verão eu fui embora lentamente, e não o vi mais, nunca mais.

Se em algum momento você sentiu algo parecido, já sentiu que não era mais querido.Não lute, não se pode obrigar alguém a gostar de você. Chore, sinta raiva, mas distancie-se discretamente. As pessoas e as coisas das quais você gosta seguem estando ali. Pouco a pouco as imagens se dissiparão junto com as suas lágrimas.

6 sinais que indicam que alguém não nos quer mais

Quando alguém não o quiser, você saberá, perceberá e, ainda que enterre esse sentimento de rejeição sob mil desculpas ou justificativas, surgirá a luz. Portanto, não se oprima, deixe-o sair, deixe que se vá o quanto antes e siga com a sua vida. Quando já não te quiserem, ainda que não te digam, saberá.  

Seu parceiro dirá que não é verdade

Ele ou ela negará tudo, irá afirmar redondamente que te quer, porém, seus atos irão contradizer as suas palavras. Fique atenta ao que ele faz, não no que diz. As pessoas costumam revelar-se através dos seus comportamentos, em muitas palavras e histórias que contam.

Seja realista

Observe sua relação, com é, como se sente. Caso sinta-se mal, se há algo que não funciona e já discutiram isso mais de mil vezes, e mesmo assim ainda continua da mesma forma, é necessário que enxergue a realidade como ela é. É crua, mas é assim que deve vê-la. Não deixe que a ilusão governe o seu tempo. Seja sincera consigo mesma e abra os olhos para a realidade do entorno.

Não quer passar tempo com você

Um companheiro de verdade desfruta o tempo que passam juntos, não foge, não inventa desculpas e ocupações de todos os tipos para não se encontrarem. Se o seu parceiro não faz nenhum esforço para passar algum tempo contigo, ele não te quer.Geralmente, ainda que existam muitas ocupações ou tarefas pendentes, todos buscamos brechas para passar algum tempo com a outra pessoa ou pelo menos para fazê-la saber que pensamos nela.

“Não passes o tempo com alguém que não esteja disposto a passá-lo contigo”
-Gabriel García Márquez-

Não confiará em você

Até para os casais que acabaram de começar uma relação, a desconfiança e o ciúme costumam surgir de mal entendidos. Quando esta desconfiança segue se estendendo e se torna duradoura, apesar de tudo ter ficado claro, quer dizer que o amor foi se reduzindo ou desapareceu por completo.

Não ajudará quando você precisar

Não é questão de criar uma “necessidade” de ajuda que não é real somente para chamar atenção. Trata-se de que exista uma necessidade real de ajuda e o nosso companheiro não a atenda. Neste caso, é necessário enxergar os fatos, enxergar o que ocorre e sermos muito sinceras com nós mesmas. De que nos serve ter uma pessoa com a qual não possamos contar quando realmente necessitamos? 

Não demonstrará carinho

Se os abraços, os beijos, as carícias, os olhares, o sexo, não acontecem há muito tempo e não são corriqueiros, já não te querem mais. A paixão inicial tem uma duração limitada, entretanto, após essa primeira fase, as demonstrações de carinho continuarão de um modo mais tranquilo, mas seguirão existindo.

“O amor não precisa ser compreendido, só precisa ser demonstrado.”
-Paulo Coelho-

Como esquecer quando já não te quiserem

  • Faça o que você gosta. Você se lembra daquele restaurante que adorava? Continue indo nele, mesmo que seja sem companhia. Aproveite a sua comida preferia, cada bocado da sua vida. No início irão estranhar sua ida desacompanhada, porém, em poucos segundos, ninguém mais irá olhar e você poderá degustar seu prato tranquilamente.
  • Dê um basta. Quando uma relação está perto do fim ou tudo já terminou, um lugar, uma imagem, uma canção, uma lembrança, tudo nos trará à mente momentos felizes e deixaremos cair nossas lágrimas. Deixe-as sair e dê um “basta”. Pare com essas lembranças. Diga: Acabou! Diga em voz alta, escute-se e, pouco a pouco, elas não nos causarão mais dor.
  • Pratique meditação. A meditação é um exercício intelectual no qual se pretende chegar a um estado de concentração através de um pensamento, um objeto ou em nosso corpo. Existem diferentes técnicas de meditação; algumas exercitam a concentração e outras exercitam a consciência plena. Medite para esquecer, para concentrar-se em outra coisa, em você mesma. Sinta como é ficar sozinha, aproveite este momento.
“Quando já não te quiserem, saberá, ainda que não te digam. Sentirá desde o lugar mais profundo da alma, porque a indiferença jamais passa despercebida.”
-Walter Riso-
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS