Qual é o seu tipo de mulher?

Ela não vai lhe pedir um buquê imenso de rosas, daqueles grandes e bem avermelhados, com um urso de pelúcia gigante ao seu lado; ela vai preferir margaridas, para que ela possa brincar de mal-me-quer, como fazia na sua infância pensando nos seus atores favoritos; você está completamente enganado se acha que o seu sorriso depois de uma breve piada sobre a altura dela fará ela te beijar e pular nos seus braços, digo que você vai receber um soco no braço e quem vai rir dessa vez é ela, prometo para você que aquela gargalhada será muito mais gratificante; ela vai lhe pedir para acompanhar ela na dose de tequila, ao invés de pedir uma taça de vinho para cada um; ela não é qualquer mulher, não.

Não vai ter um “viaje com cuidado” antes da sua ida ao estádio do seu time e sim um “eu pedi folga, nós vamos juntos”, não que ela goste de futebol, mas ela gosta mesmo é de estar ao seu lado, da forma como você parece concentrado durante a viagem ou como é engraçada sua cara quando ela para o rádio no meio da sua música favorita. Muito mais do que uma mulher, muito mais do que a sua namorada, muito mais de que qualquer relacionamento, ela vai fazer jus a palavra companheira, será a sua parceira.

Você não é só o homem que ela vai levar apenas para pagar o jantar ou para dividir alguns beijos, muito diferente disso, ela quer te ajudar com qualquer despesa, por mais que você recuse a proposta dela. Você vai ser o homem que vai sim dividir os sorrisos espetaculares com ela, vai estar junto para brindar qualquer vitória e comemorar qualquer motivo que traga alegria, mas ela também sabe que a vida não é sempre a mais bela e, por isso, vai estar ao seu lado, com o ombro disposto sempre que você precisar, um carinho e um beijo na testa.

Seu tipo de mulher não é aquele que a sua mãe idealizou a vida toda, de vestido vermelho, descendo pelas escadas, mas ela é aquela mulher que vai fazer a sua mãe se sentir firme, segura, pois nunca imaginou que alguém pudesse cuidar de você com o mesmo afeto que ela te criou. Se as chances eram pequenas, hoje elas são reais. Ela não é aquela garota que os seus amigos da escola disputavam para ter ao menos um pedaço, mas sim a que te mostrou que “mulher da sua vida” vale muito mais que “garota dos tempos de colegial”. Não deixe que qualquer opinião do outro lado te deixe desmotivado, não é em qualquer lugar que você vai achar uma mulher dessas. Agradeça aos céus porque ela é o seu tipo de mulher, e de mais ninguém, amém.

Escrito por Bryan Gabriel, colunista do Sábias Palavras.


Escritores3-01-01

FONTESábias Palavras
TEXTO DEBryan Gabriel
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS