Por que é que até nas relações felizes existem traições?

Todos nós gostaríamos de acreditar que as traições são um refúgio apenas em relações infelizes. Mas isso não é verdade. Mesmo nos casais felizes as traições são uma realidade.

A verdade é que as relações modernas, são relações de conforto e estabilidade. Isso de facto trás felicidade para o casal, mas muitas vezes a falta de adrenalina sexual é muito demarcada. E é aí que começam a surgir os problemas.

A essa falta, acrescentam as novas tecnologias e a grande mobilidade das pessoas, uma probabilidade muito grande de conhecer outras pessoas, muito interessantes para pelo menos um dos membros do casal.

Outro factor que influencia esta questão é a falta de individualidade que se cria, mesmo nos casais muito felizes. Tudo é feito a pensar em nós e em terceiros, nada é feito só por nós. E é nessa procura de por uma vez que seja, ter uma satisfação pessoal, só para nós próprios, que uma traição pode ocorrer.

Temos também de perceber que o sexo é uma ligação amorosa, mas é também uma ligação física, e em muitos casais, essa relação é demasiado exclusivamente amorosa. Por vezes aparece na vida das pessoas alguém disposto a proporcionar um envolvimento totalmente físico, quase “animal”. E porque no final do dia nós não passamos também de animais (racionais), mesmo as pessoas mais felizes têm momentos irracionais nas suas vidas e acabam por “escorregar”.

Por fim, é importante perceber que o ser humano tem aversão a monotonia e por muito que tenha uma relação muito completa, a certo ponto da sua vida (e a vida é muito longa), poderá facilmente numa noite com mais algum álcool ou mesmo até sem álcool, perceber que precisa de fugir a essa monotonia para se sentir vivo e uma experiência erótica extra conjugal é perfeita para colmatar esse sensação de falta de adrenalina.

Como podem ver isto são realidades, por isso, fiquem atentos(as), aprendam com estas considerações e talvez consigam ser dos raros casos em que durante uma vida inteira não exista uma única traição:)

FONTESábias Palavras
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS