Pedido para você ficar mais

Olha, amor, eu sei que isso não tem funcionado muito bem. Eu só consigo pensar na época em que você me chamava de “baby” e eu te chamava de homem de sorte só porque você costumava me beijar mais. Eu cresci e voltei pra minha casa nesse tempo em que ficamos juntos? Estaria pagando algum pecado ou cumprindo com o destino e com a sina de permanecer só mesmo quando encontro uma boa companhia?

Você sempre tem as melhores respostas até para as piores perguntas. Segura o meu coração com as mãos enquanto eu vou sangrando cada pedaço da vida que virá sem a sua presença.

Quem vai ser meu gps humano quando eu precisar descer um quarteirão pra te encontrar? Quem vai deixar tudo separado num canto para que eu fique confortável o suficiente pra querer ficar mais? Quem vai me chamar de imbecil quando eu cometer qualquer erro? E quem é que vai ser a pessoa mais oferecida do mundo nas minhas manhãs sonolentas?

Quando eu andei com a roupa encharcada pela tempestade lá fora, você me ajudou a secar cada pedaço da minha pele úmida. Me ajudou quando precisei de uma forcinha pra me reerguer e deu um pontapé na minha timidez quando o assunto é intimidade. Foi aos poucos me trazendo pro seu mundo que eu acabei me acostumando a viver e ter um carinho especial.

Eu acho que quero você por aqui pra sempre, mas não sei se tô tão disposta a esperar por reforços nesse barco que tá com um furinho ou dois. Eu sei que relacionamentos tem dessas coisas, mas eu não sei como dá pra se esquivar delas. Nem sei como tirar o azul tristeza do meu rosto. Se souber, me avisa! Se souber como a gente toma o controle, pega os remos e vivemos a vida, me diz também.

As distrações estão todas pelo meio do caminho, com o tamanho que permitimos que elas tenham em nossa vida, em nossos convites e furos já tão típicos. Acho que todo o amor que eu tinha pra dar, eu dei. Mesmo que tenha sido um pouquinho em comparação ao que você já fez por mim. Mas saiba que eu faria o mesmo ou até um pouco diferente, mas sem pular fora. Porque é você que eu amo, você que eu quero ao meu lado. Por isso eu não deixo o desejo adolescente por uma ou outra mudança afetem tanto o que a gente já tem.

Fica pro chá, pro jantar, pro vinho e pras conversas sobre o universo. Queima um pouco a língua ao falar de mim e saiba que em terra de cego, quem tem olho é rei. E fica. Só mais um pouco, pra eu te aproveitar!

Fonte: Ju Umbelino

COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS