O que não falar no primeiro encontro?

Esse artigo será escrito a quatro mãos, um par masculino e um par feminino, pois faz todo o sentido escrever dessa forma, das duas visões, até porque a maioria dos encontros é feito por um casal, mas isso serve para todo tipo de casal, cada um se identificando com um dos sexos referentes no primeiro encontro :)

E que primeiro encontro seria esse?

Pensamos em algo de qualquer espécie, seja seu match no Tinder, seja seu crush no Happn, seja uma ida ao boteco e de repente se aproximarem, seja em algum contato em rede social ou algo físico (que nós esperamos que seja), qualquer tipo de primeiro encontro e que tenha algum ‘desejo’ pelo outro, nem que seja só de um deles, certo Rolhiciça?

Sei nem o que é Happn, mas é isso mesmo! Qualquer tipo de encontro, pense nesses pontos quando você chegar lá.

Vamos aos pontos do primeiro encontro?

Não falar sobre ex no primeiro encontro

casal sentado

Créditos: 

Dono do Bar: Olha, sinceramente? Esse ponto já deveria vir de fábrica. Porra, é óbvio que não vou querer saber do teu ex-namorado ou dos teus peguetes, a não ser que a história seja cômica, aí até vai. Mas acredito que nesse ponto o homem chega até ser mais aberto, aturar isso do que a mulher, que não suporta homem falando de outras mulheres, certo Rolhiciça?

Rolhiciça: Pode parecer óbvio… não, ninguém quer ouvir sobre seus casos, sobre a sua ex .. E mesmo assim esse ponto tem que ser abordado hoje, passei por isso semana passada. Pra que nee? Não sei se homem é mais tolerante ou não mas é totalmente desnecessário e fica até difícil manter a conversa, vou falar o que? Opinar sobre sua ex maluca? Falar sobre o meu ex maluco? blaaah prefiro encher meu copo e tentar puxar outro assunto.

Não exagerar em pontos específicos

R: Talvez um primeiro encontro não seja o melhor momento pra compartilhar histórias mais pesadas. Contar sobre o dia que você bebeu muito e acordou do lado de um desconhecido ou daquela maluquice a la 50 tons de Tinder pode parecer divertido mas também pode causar um desconforto em quem está ouvindo, cof cof e até fazer a mulher ir embora, hein Dono do Bar?

DB: Esse pode ser um ponto crítico ou engraçado e possui certa ligação com o próximo ponto. Como a Rolhiciça disse, no primeiro encontro é meio perigoso dar detalhes sobre alguma experiência sua. De repente a cocota está perguntando sobre algo pra saber um pouco mais sobre você indiretamente, aí você dá uma resposta sincera e que se torna exagerada, fazendo com que ela fique assustada.

putaria base

 

Um exemplo disso aconteceu comigo, a mulher que estava bebendo comigo fez algumas perguntas sobre putarias e safadezas, essas coisas bem fodasse que o PT segue que são perguntadas pra saber mais sobre a opinião. Disse que já tinha ido e feito algumas dessas putarias, casa de swing, ménage e afins, que nunca tinha namorado e que minha vida era ligado no fodasse. Isso a assustou, sumiu e ela não quis mais nada uhaauhahhahuahu

Tome um pouco de cuidado na resposta, ou então fodasse, responda e não ligue pra reação alheia. E você, nobre moça, preste atenção no próximo ponto S2

Não fazer perguntas que você não quer saber saber a resposta

DB: Então, cocota, seguinte, NUNCA pergunte algo em que você desconfie da resposta e você odeia aquela resposta. Um dia quase fui assassinado porque uma amiga minha perguntou se ela estava gorda. Respondi que não estava gorda, mas que se emagrecesse um pouco melhorava. Caralhow, me detonou, queria me matar, ficou muito puta. Eu só fui sincero!

E o mesmo vale pra você, nobre padawan, cuidado nas malditas perguntas, ok? Você não é um Deus, não é um detentor de um prêmio Nobel, portanto, CUIDADO NESSA CARALHA DE PERGUNTA.

R: Até porque, se me perguntar eu respondo, e se não gostar, foda-se.

Não comparar com membros da família

Casal se encontrando com lençol no rosto

 

Créditos: 

DB: Apenas NÃO! Se a cocota parecer com sua irmã, mãe, fodasse, não comente isso com ela, é uma puta bola fora. Ela vai pensar meio “Caralho, tá me comparando com a mãe dele? Incesto?”. Guarde pra você esse detalhe, beleza? Mesmo que seja parecida com tia ou prima, esqueça isso. E um outro ponto muito importante: não compare com familiar e MUITO MENOS compare com ex, ok?

R: Poha isso é surreal! Certa vez, também em um primeiro encontro (e último!), o noobie me perguntou “Nossa que perfume bom! Qual é o nome dele? Vou comprar pra minha mãe”.. acho que golfei um pouco nessa hora, não me lembro bem, meu cérebro apagou o trauma, “Emm, obrigada… o perfume chama Complexo de Édipo, depois dá uma olhada! Garçom traz a conta por gentileza??”.

Não chegar direto ao ponto

DB: Quero te comer! Bora lá pra casa? Então, melhor não, vá com calma, padawan. É bem grosseiro, desnecessário chegar com uma voadora no meio dos peitos assim, por mais que ela tenha tetas gigantes, ela não vai aturar uma patada fudida dessa. Relaxe, troque ideia, deixe fluir, porque se rolar, rolará, se não, terão outros dias.

R: Versões mais “lights” disso como “Vamos dormir de conchinha hoje” ou “O que você quer comer no café da manhã” são tão ruins quanto, por sinal. Já ouvi um “Vou te deixar maluca”… hahaha #medo!

Não pegar o celular, a não ser que seja urgente

casal bebendo e homem no celular

DB: Esqueça o celular, fodasse o Foursquare, o Swarm, redes sociais, Whatsapp, esqueça a porcaria da internet, foque no importante: sua companhia na mesa. A única hora em que é aceitável você pegar o celular é enquanto você aguarda sua companhia. Quando ela chegar, esqueça celular, a não ser que alguém te ligue, que hoje em dia quando você recebe alguma ligação a probabilidade de ser alguma merda, ser urgente é grande, ninguém mais liga.

R: Se for algo muito importante não custa avisar pra pessoa que vai ficar olhando pro nada enquanto você digita que é algo muito importante, e acelera! Responde e adeus celular.

Caso o celular esteja na mesa, deixe virado para baixo

DB: Lembra do ponto anterior? Espero que sim, isso já mostra que você não tem alzheimer. Compreendo que é difícil sair de casa sem o celular, portanto, quando estiver bebendo com sua nobre e sagaz cocota do primeiro encontro, deixe seu celular virado pra baixo, vai que você recebe uma mensagem inesperada e indesejável. Melhor prevenir do que coçar a bochecha depois de um tapa.

R: Aprendi com uns amigos também que se você for mandar alguma mensagem pra um(a) amigx que possa comprometer alguém, mande 3 mensagens aleatórias primeiro pra depois mandar a certa, assim apenas as 3 primeiras aparecem no visor do celular e você não complica a vida de ninguém! (Puta dica hein!)

Hora da conta

DB: Esse é um ponto que pode haver discussão. Acho cavalheirismo pagar a conta inteira, seja no primeiro encontro, seja em outros. Tem algumas pessoas que acham machismo. Sei lá, nada a ver na minha opinião. Mas sempre tem aquele momento em que você está meio na merda, em conflito com sua conta bancária. Com isso, já fica a dica: não faça um primeiro encontro no final do mês.

Mas como eu disse, não é obrigação sua pagar a conta por inteiro, tem até mulher que odeia isso, fica revoltada, etc. Pode ser uma boa conversar sobre alguns pontos para que você já saiba como proceder.

R: Eu acho gentil o cara tentar pagar, de maneira geral a mulher ganha menos né (poha de mundo injusto), talvez venha daí essa “tradição”. Mas meninas, vamos lá, ninguém é obrigado a pagar a sua conta, aliás pague a sua conta poha! Os dois estão se divertindo.. Já saia de casa pensando em pagar metade da conta, acabou a maluquice de achar que ele TEM que pagar! Eu hein.. Chegou a conta na mesa, PEGA A SUA BOLSA! Conheço gente que neeem se mexe, a mão nem coça, continua comendo como se nada.. Um amigo uma vez comentou que acha isso muito estranho, a mulher nem pegar a carteira e já assumir de cara que ele não faz mais do que a obrigação em pagar a conta toda. Pensem bem, ele tá certo.. é estranho mesmo! Deixa de ser dependente!

Se ela estiver muito bêbada, não tente comer

mulher caída e bêbada

Créditos: 

R: Que tristeza isso TER que estar na lista. Filho, se você é desses que fica empurrando bebida nas ideias da menina só pra ter mais chances dela ficar louca e você conseguir se aproveitar disso, só queria te lembrar que o nome dessa poha é estupro tá? E você é um grande merda também… E provavelmente muito ruim de papo e pouco interessante porque se essa é a sua tática, negócio ta feio! Se a garota bebeu demais, ta alucinada, esquece! Espera o dia seguinte né? Vai ser melhor.. tenho certeza! Um troço inconsciente ali deve ser até um pouco assustador.

DB: Cara, sério, isso não deveria estar aqui, mas ainda existem pessoas sem noção nesse mundo e que se aproveitam de pessoas que estão incapacitadas de reação. NUNCA se aproveite de outra pessoa enquanto ela estiver bêbada. No caso de uma mulher, espere a hora certa, tenha certeza que você ganhará milhões de pontos por ter deixado pra depois ?

Se der merda no primeiro encontro, vomite

R: Agora meninas, se você passou daquela linha ténue entre “to feliz” e “qual é o nome da minha mãe mesmo?” existe uma tática infalível, já testada e aprovada (por mim). Se você em algum momento perdeu noção do que estava acontecendo e quando deu por si tem um cara te agarrando, forçando qualquer coisa mesmo você insistindo que não quer e pedindo pra ele parar, pense em um gambá! “Oi? Gambá??” .. é isso mesmo, foi nisso que eu pensei na hora (mentira, pensei “mas que fdp! Como que eu saio daqui??”. E aí veio uma ideia brilhante! Mira na parede da casa dele, ou no sapato (no meu caso) e vomita! Tipo O Exorcista mesmo, capricha. Funciona! O maluco vai ficar tão puto que não vai querer mais nada e só vai se preocupar em limpar o sapato (ou a parede) esse é o momento pra você graciosamente ir embora (talvez chamar a puliça) e contar pra suas amigas que a tática funciona.

DB: Nesse ponto eu só fico rindo dessa história contada pela Rolhiciça. Inicialmente trágica, porém, finalizada de forma espetacular por ela.

Mantenha-se no mesmo nível alcoólico num primeiro encontro

DB: Ponto importante, não preciso nem dizer, certo? Um grande ponto é um item anterior contado pela Rolhiciça, que ela estava bêbada. Nesse caso pense direito, beba direito, beba menos, mantenha uma relação sagaz, sem fazer merda.

R: Pois é, se você bebeu mais que o outro te acompanhando a chance do encontro desandar é bem grande! Vai ficar muito chato pro sóbrio aguentar o bêbado e você nem vai conseguir interagir bem! Se for menina ainda corre o risco de ter que apelar pra tática infalível … (eu não estava em um encontro, que fique claro!)

E se não for aquilo? Faça um amigo(a)

Vamos ser somente amigos?

Créditos: 

DB: Bom, já passamos da época do mIRC, onde poucas pessoas tinham webcam, poucas tinham máquina digital, então marcávamos encontros às escuras, ligados no modo fodasse sei lá como é a pessoa. Já vi muitos casos que a pessoa ficava esperando a outra chegar, caso fosse feio(a), nem chegava perto, ia embora e depois dava desculpa que não a encontrou, etc, e sumia. Tosco isso.

Agora temos formas mais elaboradas, você mal ou bem já sabe um pouco como a outra pessoa será (pelo menos um pouco). Mas o ponto que quero chegar é que nem sempre é a parte visual, pode ser outro aspecto também, conflitos de opiniões, gostos, etc. Não bateu energia, não combinou com ela, bata um papo, fale besteira, ria pra cacete, beba, faça uma amizade, ela pode te socorrer numa bebedeira de término de namoro ?

R: S2 companhia pra um bar nunca é demais!

Não siga roteiros num primeiro encontro

DB: Sou um fodasse que não segue muitos roteiros, sigo muito no improviso. Sempre fiz isso em palestras, nas minhas aulas que dava na Faculdade e também nas botecagens. Quando você vai com algo já preparado na cabeça a probabilidade de dar merda pode ser alta, pois você pode ficar em dúvida em algo, esquecer de algum detalhe, aí fudeu, um planejamento inteiro pode fuder a mariola. E pelo amor de Odin, NÃO LEVE COLA! ?

R: Em nenhum sentido da palavra.

FONTEPapo De Bar
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS