O homem ideal

Sabe aquele homem ideal que você sempre sonhou? Aquele que você idealiza desde que se entende por gente, que ficava juntando o que tem de mais bonito em cada ator de novela para tentar imaginar o seu rosto? Sabe aquele que você sente que está por aí, em algum lugar, te procurando, predestinado a te encontrar, a te entender, a te conquistar, a te completar e te fazer a mulher mais feliz do mundo? Sabe? Eu sei que você sabe! Um cara inteligente, educado, que saiba se vestir, que conheça outros países, que seja carinhoso, que consiga te decifrar e que as suas amigas vão morrer de inveja quando te virem desfilando de mãos dadas com ele. Nem tão alto, nem tão baixo. Nem tão musculoso, nem tão magrinho. Com a cor de pele que você gosta. Que saiba tocar violão. Que te escreva cartas de próprio punho. Que acerte na cor das flores. Que te faça sentir algo diferente no primeiro beijo. Que saiba fazer massagem. Que te escute e entenda o quanto a sua vida tem sido complicada. Que te faça 100% feliz. Pois é… Sabe esse cara? Então… Não era o seu ex, né? E nem o outro antes dele. Também não é esse que você está saindo agora e muito menos o idiota que sua amiga fica tentando te empurrar. Talvez você esteja até mesmo namorando e se sentindo descrente com o relacionamento porque, aos poucos, vai percebendo que ainda não foi dessa vez. Você quer acreditar que o cara ideal é aquele lá que não te dá moral ou o outro que mora longe. Quem sabe um romance que ficou no passado. Então… Sabe de uma coisa? Eu acho que já está na hora de alguém te dizer a verdade. Eu sei que não é fácil de aceitar, mas alguém precisa te contar: você tem esperado por alguém que não existe. Não exatamente assim. Não é que você seja uma azarada ou que Santo Antônio esteja de sacanagem. Não é uma questão de esperar a hora certa para o príncipe aparecer nem nada parecido. Deu pra entender? ELE NÃO EXISTE! Ninguém é assim. Olha, esse cara aí, perfeito, completo, como você sempre sonhou, esse aí, está em falta. Vou ficar te devendo. Mas tem aquele ali, que está sempre ao seu lado e você insiste em não enxergar como deveria. Aquele que não tem tudo que você sempre sonhou, mas tem qualidades que você pode aprender a valorizar. Ele não sabe tocar violão, mas escreve poesias como ninguém. Ele vai precisar que você dê uns toques sobre como se vestir, mas pode te ensinar a andar de long e te ajudar a alcançar os seus sonhos. Ele não tem a barba que você queria, mas até que a panturrilha é legal. Ele não tem o bíceps grande com você gosta, mas tem algo volumoso que você vai adorar. Ele não tem o rosto lisinho e nem o sorriso do Caio Castro, mas é homem, vai te respeitar e tratar como você merece. Pensando bem, talvez ele não tenha mesmo nada daquilo que você sempre esperou. Pode ser… Mas, sabe de uma coisa? Ele gosta de você! De verdade. E, chega uma hora, que a gente precisa experimentar exatamente disso: de alguém que goste da gente. Só para variar um pouco. Só para saber como é. De alguém que te conquiste através do carinho e da cumplicidade. Não o cara ideal que você procurou a vida toda, mas o carinha aparentemente normal que sempre sonhou em te encontrar.

FONTEPrecisava Escrever
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS