O amor não tem nada a ver com a idade

O amor não tem nada a ver com idade, assim como outros sentimentos do ser humano. Muito fácil criticar alguém e dizer que não tem idade para amar. Quem é o outro para dizer quando o outro pode amar. Reflitam:

Penso saber que o amor não tem nada que ver com a idade, como acontece com qualquer outro sentimento. Quando se fala de uma época a que se chamaria de descoberta do amor, eu penso que essa é uma maneira redutora de ver as relações entre as pessoas vivas. O que acontece é que há toda uma história nem sempre feliz do amor que faz que seja entendido que o amor numa certa idade seja natural, e que noutra idade extrema poderia ser ridículo. Isso é uma ideia que ofende a disponibilidade de entrega de uma pessoa a outra, que é em que consiste o amor.

Eu não digo isto por ter a minha idade e a relação de amor que vivo. Aprendi que o sentimento do amor não é mais nem menos forte conforme as idades, o amor é uma possibilidade de uma vida inteira, e se acontece, há que recebê-lo. Normalmente, quem tem ideias que não vão neste sentido, e que tendem a menosprezar o amor como factor de realização total e pessoal, são aqueles que não tiveram o privilégio de vivê-lo, aqueles a quem não aconteceu esse mistério.

José Saramago, in “Revista Máxima, Outubro 1990″

Certamente quem fala tantas coisas que não sabe do amor ainda não viajou nesse maravilhoso mistério, mas um dia irá entender o que realmente é amar e ver que esse nobre sentimento não tem preconceito com nada muito menos com idade.

FONTEPétala de Rosa
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS