Não sejas menos do que tu podes ser. Não aceites amor menor do que tu mereces ter. Não te diminuas para caber em gente pequena.

Cada dia que tu te limitas por alguém é um pouco de ti que morre. Não morre um pouco de quem tu és, não. É pior do que isso. Morre um pouco de quem tu poderias ser.

Quando tu deixas de fazer o que fazias. Quando tu deixas de querer o que querias. Quando tu deixas de sonhar o que sonhavas. Até o ponto que tu deixas até de ter as tuas próprias vontades para ter as de outra pessoa, só as dela. É aí que tu morres.

Mas isso só acontece com a tua permissão. Seja quando tu cedes a tudo. Seja quando tu te diminuis em tudo.

Não vivas um relacionamento medíocre. Não vivas aquela relação meia boca, meio termo, sem tempero. Permanece ao lado de quem realmente te estimule a ser melhor, a ser mais. E quem tu igualmente sintas vontade de fazer crescer.

Não dá para viver algo intenso como paixão de adolescente o tempo todo, eu sei. Mas a gente nunca se deve acomodar. Aceitar a mediocridade é aceitar que “melhor do que está não fica”. Não faças isso. É desperdício de vida. É limitar o que tu tens para viver.

Não vivas um relacionamento bosta também. Esse é um conselho meio óbvio mas algumas pessoas insistem. Não fiques com quem te atrasa a vida, te coloca para baixo, te coloca âncoras. Tu tens que estar com quem vai te dar asas, não quem vai dizer que tu não és capaz. Não é justo a gente se deixar convencer que nós não somos interessantes o suficiente para alguém (seja no que for). Ou que a gente não tem potencial suficiente (seja para o que for). Foge de quem contribui para o teu mal dizendo que está fazendo pelo teu bem. Afasta-te disso. É abusivo. Vai embora sem olhar para trás.

Não te limites. Não te sabotes. Não abras mão de ti por ninguém.

Se tu tens pressa de viver, vive! Se tu és uma pessoa intensa, continua assim!

A vida é curta. Então porquê perder tempo não sendo tudo o que tu podes ser? Porquê não viver tudo o que podes viver? Porquê não falar de tudo o que tu puderes falar? Porquê não ter a melhor relação que tu poderias ter? Porquê se contentar com migalhas?

Algumas pessoas se acostumaram a viver pela metade. Não conhecem outra coisa para além da sua vida limitada. E criticam quem vive por inteiro. Para essas pessoas bonito mesmo é quem se contenta com pouco. Essas pessoas vão querer te arrastar para o mundo raso delas.

Eu não as culpo. Tem gente que se acomoda a viver raso porque só conhece o raso. Tu podes tentar mostrar que existe muito mais que aquele mundinho pequeno em que essa pessoa vive. Mas ela só vai se ela realmente quiser ir. E se ela não quiser, deixa ir. Tu vais com a melhor companhia, a tua. No caminho tu encontras alguém querendo ir tão longe quanto tu.

Tu és um oceano.
Porquê tentar caber num copo raso?

Texto de Hudson Baroni

COMPARTILHAR


RECOMENDAMOS