Não seja fácil, seja você própria!

Meninas, amigas, conhecidas, mulheres, adolescentes… Vamos “bater um papo sério”…

Diz-me afinal que género de “mulher” te tens tornado tu? Diz-me para eu entender…

Sais a rua e já nem te dás ao trabalho de lavar a cara com decência… Maquilhas-te e vestes-te de um jeito, que as tantas nem idade para isso tens, acabas por insultar quem o faz por gosto, ou não, quem pede dinheiro por isso… Olha o desemprego a aumentar…

Ainda te consegues olhar ao espelho com tanta falta de vergonha?

Colecionas mais do que os miúdos que colecionam Cromos de futebol, envergonhas a nossa raça, fazes-nos parecer todas iguais, e hoje, minha cara amiga, graças a ti e a umas tantas como tu, somos vistas como um naco de carne, que abre as pernas até ao patrão…

Diz-me como ainda queres alguém que te leve a sério, aliás nem tu te levas…

Já não há paciência para tanta vadiagem, aprende a ser mulher, a ter postura…

Epa miúda , dá-te valor , dá-te ao respeito , acrescenta algo em ti… Ou só o s3xo te importa? Já viste a imagem de camião de rodagem que tens passado?

Não generalizando , mas o povo feminino esta pior que o masculino , mais fácil , mais comestível … Que se passa afinal ? Decidiu tudo facilitar a vida ao sexo masculino? Que desilusão …

Ainda vais a tempo de mudar, torna-te mais tu…

Mais feminina, menos prostitut@!

Mais sensual, menos s3xual!

Mais difícil, menos fácil!

Mais conteúdo na cabeça, menos no corpo!

Mais inteligência, menos areia…

E hoje tenho pena de ti, e não há nada pior do que isso…

PENA…

FONTEPersonal Blog
TEXTO DESônia Andrade
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS