A MULHER MAIS INCRÍVEL QUE EU JÁ CONHECI

Está vendo aquela mulher de vestido azul no meio da pista? É! Aquela ali, sorridente, que a todo momento recebe um convite para dançar? Eu sei dizer quase tudo sobre aquela garota. Sei que ela gosta de brigadeiro e é viciada em seriados. Ela ama dançar e tem um animal de estimação que trata como se fosse seu filho. Adora viajar, tem medo de altura e sente cócegas nas pontas dos dedos dos pés. Ela gosta de livros românticos e fecha os olhos nos filmes de suspense. Essa garota namorou por muito tempo com um tremendo idiota e terminou recentemente. O ex dela era aquele típico mané machista que não se dá conta da sorte que tem por ter ao seu lado a garota que todos sonham. Já ela é aquela típica mulher que não tem a dimensão do quanto é especial e que por muitas vezes aceitou situações no relacionamento que não merecia ter vivido. É dessas mulheres sonhadoras, sabe? Sempre acreditou no amor e fazia de tudo para que o relacionamento funcionasse. Quem a vê assim, saindo e se divertindo com as amigas, não consegue imaginar o que ela passou no final do namoro. De fato, ela sofreu muito. Aquela dor de quem vê o seu esforço de anos jogado no lixo. Mas o tempo passou e, olhando daqui, me parece que conseguiu superar a dor. Ela está ali, dançando, como se cada música fosse a última. É simpática com todos que chegam para conversar, mas não beija ninguém. Sempre foi muito seletiva com esse lance de “ficar”. Ela costuma dizer que sabe muito bem o preço do seu batom e o trabalho que dá passá-lo, por isso não sai para gastá-lo em qualquer boca. Acho que esse é o jeito engraçado dela de falar sobre os seus valores. Queria ter coragem para ir até lá e conversar com ela. Eu teria muito o que dizer. Me disseram que, mês que vem, ela irá mudar pra fora do país. Parece que vai morar por lá por algum tempo, o que me faz pensar que talvez esta seja a última vez que terei a oportunidade de vê-la pessoalmente. Eu aqui no canto da festa assistindo àquela cena. Ela desfila como se os pés nem tocassem o chão. Todos os olhos parecem olhar para ela, assim como os meus, que não conseguem segurar as lágrimas. Que saudade eu sinto daquele sorriso. Ela é a mulher mais incrível que eu já conheci. Eu sou o ex idiota que a deixou escapar.

 

Escrito por Rafael Magalhães.

COMPARTILHAR


RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS