Meu mais sincero foda-se!

Foda-se a sua ironia, as suas desculpas descabidas e o teu discurso pra tentar me convencer de que o erro foi meu, mesmo quando você sabe que quem errou foi você. Foda-se essa tua paciência sempre curta quando eu tento conversar com você sobre o que ainda restou de nós e ouço você não se importar. Foda-se também as suas exigências, a tua cara de pau de mentir pra mim e jurar pelo mundo que tudo que disse foi verdade. Foda-se as suas verdades! Foda-se essa tua mania de se ausentar justamente quando eu te procuro, e me procurar quando eu resolvo me ausentar. Foda-se esse seu amor pequeno que você diz sentir por mim só pra me iludir, foda-se também todas as frases de ”eu te amo” que você fala só pra que eu acredite nas suas desculpas e confie nessa insegurança que você me trouxe. Foda-se esse seu jogo que eu já cansei de perder, de te ver rindo da minha cara, de me pedir perdão e no final, fazer tudo mais uma vez. Foda-se os rodeios que você faz quando quer fugir de um assunto e quer saber? Foda-se essa tua fuga também!  Foda-se essa sua indecisão, hoje me quer, amanhã parece não querer. Foda-se também essa tua má vontade em fazer as coisas, essa tua pouca empolgação em lidar com planos e esse teu jeito de me convencer de que você está mesmo animado quando no fundo, você tá pouco se fodendo pra mim. Foda-se todas as frases de convencimento que você me diz. Não tem como você enfrentar os obstáculos comigo se você parece ser o primeiro obstáculo na minha vida. Não tem como você expressar o que sente, se tudo que você parece sentir não passam de mentiras. Eu sempre sou o problema mesmo, não é? Foda-se!
Hoje eu acordei e decidi me desfazer de tudo que não somava na minha vida, inclusive, você. Eu não preciso nem mereço o teu orgulho. Eu não mereço te enviar mensagens e esperar, no mínimo, dois dias pra que você me responda. Eu não mereço mais o teu egoísmo, esse seu jeito de dizer que sente minha falta, que quer o meu bem, que deseja ficar perto de mim, mas tudo isso só quando lhe convém. De nunca estar disponível quando eu precisava e de querer que eu estivesse sempre disponível no teu tempo. Hoje eu acordei e enfiei na minha cabeça que, de uma vez por todas, eu devo te tirar da minha vida, um dia o coração há de entender isso também. Hoje eu acordei e falei pra mim mesma: Foda-se você! Foda-se as suas lágrimas, a sua tristeza e toda essa encenação que você faz pra me convencer. Cansei desse ator barato que você é.
TEXTO DEIandê Albuquerque
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS