Meu infinito é você

No começo, achei que era algo bobo, como esses amores de escola.

Mas depois, aos pouquinhos, descobri que meu infinito é você.

Cada gesto, cada beijo, cada abraço. Deixei-me levar pelas suas palavras quentes ao pé do meu ouvido. Seus sussurrados “eu te amo” em madrugadas frias, onde nossos corpos se entrelaçavam na tentativa de captar o calor um do outro.

Eu te quis, desde o momento da troca de olhares no parque naquela tarde quente de verão, quando joguei para o alto todos os meus tabus sobre relacionamento.

Desejei-te por inteiro, pois em mim cabem todos os teus feitos e defeitos. Cabem teus erros e tuas chatices, cabem tuas manias e implicâncias. Dentro de mim cabe você.

FONTEAmor Ano Zero
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS