Finjo que não te amo

Eu sempre esperei por você, eu sempre achei que, um dia, você apareceria na minha vida. Eu sabia que você andava por aí, vivendo, sorrindo e me procurando. Eu sabia que você era lindo, alto e que, com certeza, era divertido. Eu sabia que você gostava de futebol, cerveja e carros. Eu sabia que você dançava desajeitado e dormia com a luz acesa. Eu sabia que você ia me ler, me entender e me enfeitiçar. Eu sabia que você gostava de rock e de música clássica. Eu sabia que você era livre. Eu sabia de tudo. Eu já conhecia você, dos meus sonhos.

 

Eu só não sabia que você não ia me amar. Você me surpreendeu nessa. Se tornar meu amigo foi muita crueldade do destino. Eu te amei desde o dia em que coloquei os olhos em você. Eu sabia que iria me apaixonar loucamente. As nossas afinidades, nossas risadas, nosso bom gosto para músicas e até para restaurantes duvidosos, eram previsíveis.

 

Eu te via com elas e fingia que nem ligava. Cada beijo, cada carinho, cada mensagem enviada para elas me doía. Me doía porque eu queria aqueles beijos pra mim, aqueles carinhos deveriam ser meus. Elas não cuidavam da sua febre e nem iam te socorrer quando o batesse o carro. Eu sempre estaria lá. Eu sempre estarei, mas seguirei fingindo que não te amo.

 

Eu finjo porque quero ter você por perto. Eu finjo porque sei que te amar te afastará de mim. Eu finjo porque sei que você não sente o mesmo. Eu finjo porque ser sua amiga é melhor do que ser só uma lembrança. Eu finjo e sou boa nisso. Sei que você nunca desconfiou, porque você me abraça forte, você pega na minha mão durante o filme, você compra meu remédio quando eu esqueço, você me liga de manhã para dizer que acordou atrasado …  Se você soubesse o que sinto toda vez que se importa comigo você não faria nem a metade!

 

Você sempre vai embora, me deixa para traz, me esquece, segue sem mim e não te dói nem um pouquinho. Mas dói em mim.

Vou seguir me enganando, fingindo que nunca te amei para ver se um dia eu mesma consigo acreditar!

Escrito por Monika Jordão, colunista do Sábias Palavras.

Escritores4-01

FONTESábias Palavras
TEXTO DEMonika Jordão
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS