Falta atitude!

É notável: falta homem com atitude.
Em todos os sentidos.
Principalmente nos mais importantes como dar o primeiro passo ou tomar uma decisão.
Que síndrome é essa que criou uma geração de homens covardes?

Muitos caras são como cães.
Latem alto se gabando, rosnam quando veem outros cães, correm atrás do rabo de toda cadela que passa.
Mas na verdade eles são cachorros rosas, frágeis, com medo de tudo, sem atitude e ironicamente se autodenominam Coragem.

Meu avô, grande conselheiro na “arte de coisa-nenhuma”, me dizia: “As meninas gostam mesmo é de homem assertivo! Que não é indeciso! Que tem palavra… fala e faz! Se você for assim já ganha de 90% dos outros, meu filho”.
Ele era ótimo em me dar conselhos que eu não pedia, e me deu esse quando eu tinha 12 anos e só queria jogar bola.
15 anos depois e esse conselho ainda faz todo sentido.
Queria que mais caras tivessem esse conselho nas suas infâncias como pequenos Coragens.

Mas vamos diferenciar as coisas: tem a falta de atitude por opção e tem a falta de atitude por lerdeza (na falta de um termo melhor).
Eu explico.

A falta de atitude por opção é quando o cara não quer nada, mas quer algo.
Ele quer muito te encontrar, mas não dá pra te encontrar (porque tô enrolado aqui, você entende, né?).
Ele sente sua falta, mas não vem falar com você (porque eu ia falar, tava pensando em você esses dias).
Ele gosta de você, mas não gosta realmente de você (porque é complicado, não é fácil explicar o que sinto).
Ele quer ter você, mas não quer assumir você (porque ainda não é a hora/acabei de sair de uma relação/quero focar no trabalho/”insira uma desculpa padrão”)
Ele só quer sexo, mas ele realmente só quer sexo (porque… droga, acabaram as desculpas).
Ele nunca toma uma atitude que dê embasamento pras coisas que diz.

O que esse cara realmente quer é cozinhar você em banho-maria, você é um plano B (as vezes C, D, E…).
Não me entenda errado, todo mundo tem o direito de não querer nada sério.
O problema é a forma de agir. Aliás, a forma como não age.
Porque se desde o começo existe a atitude de “só quero sair com você, nada sério”, ok!
Cada um sabe exatamente o que esperar do outro e se segue ou não em frente com aquilo, e ninguém se machuca.
Mas o mais comum é cozinhar várias pessoas ao mesmo tempo, invés de ter a atitude mais sensata.
Covardes.

Tem também o caso de faltar atitude por sobrar indecisão. E pessoas indecisas aos extremo irritam.
Irritam porque nunca sabe o que querem, até passam o ar de relaxamento.
E por toda essa falta de atitude por excesso de lerdeza acabam perdendo oportunidades e pessoas.
Caras assim, sem atitude, são aqueles que até tem boas intenções mas se prejudicam por não conseguirem agir.
E nisso acabam deixando de fazer coisas, de falar coisas e de demonstrar sentimentos.
Cai tudo num grande comodismo. Nada acontece.
Só o inevitável fim.
Ou, em alguns casos, nem o começo, nada!

Por outro lado muitas mulheres também deveriam ter mais atitude.
Seu jeito pode estimular o outro.
Se você quer algo, vá atrás. Não espera a oportunidade, crie a oportunidade.
Mulher com atitude é algo extremamente atraente.
E ironicamente isso intimida muitos caras. Que bom!
Assim você já filtra quais caras merecem uma mulher igual à você e quais se acovardariam.

Não fique com pessoas covardes.
Porque o pior de tudo é quem não se assume.
Não assume que gosta, que sente falta e que quer junto.
E se não assume pra si mesmo, não assumirá pra você.
Vá atrás de quem tem coragem de viver e de se entregar.
Tenha você a atitude de achar alguém com atitude.

FONTEDeu Ruim
TEXTO DEHudson Baroni
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS