Estar perto não é físico.

Eu tenho vontade de largar tudo…

Esquecer o passado, não planejar o futuro e viver somente o presente. Eu tenho vontade de sair correndo de mãos dadas com você, sem destino traçado. Eu tenho vontade de te dar um abraço forte, daqueles em que duas pessoas apaixonadas rodopiam e sorriem sem se preocuparem com mais nada ao redor. Eu tenho vontade de te encontrar a pé, de bicicleta, de carro ou de avião. Eu tenho vontade de criar um teletransporte daqueles imagináveis, no qual me levaria até você em fração de segundos. Eu tenho vontade de tantas coisas, que talvez você não consiga imaginar…

Eu tenho vontade de dizer mais uma vez, e quantas vezes for preciso que você é o amor da minha vida. Eu tenho vontade de olhar nos seus olhos, e dizer que o meu sentimento permanece o mais verdadeiro do mundo por você. Eu tenho vontade de te surpreender com uma besteira qualquer, até o momento em que uma coisa irrelevante, se tornaria uma aliança dourada na sua mão esquerda. Eu tenho vontade de gritar para o mundo o quanto eu te quero, o quanto eu penso em você e que, para sempre, eu vou desejar que o destino cruze os nossos caminhos…

Eu tenho vontade de dizer que você faz tanta falta. Que eu não vou encontrar, e não estou procurando alguém como você. Eu tenho vontade de dizer que de vez em quando, fecho os olhos ao escutar uma música que me lembra você. Eu tenho vontade de dizer que você sempre foi um porto seguro para mim, e nunca vai deixar de ser. O seu espaço nunca foi preenchido, e ainda que eu tenha tentado colocar um outro alguém, sobrou ou faltou no encaixe que tenho disponível em mim.

Eu tenho vontade de assumir que, seria mentira se eu negasse que não comparei você com outras pessoas que visitaram o meu coração. Mas por outro lado, eu posso afirmar com toda verdade, que embora tenham muito tentado, nunca ninguém fez morada em um canto que, até o momento, só pertenceu e pertence à você. Eu tenho vontade de dizer que só deixar marcas de nada adianta. Você me deixou arranhões, feridas abertas que nunca cicatrizaram desde a nossa despedida. Você pode me ajudar com essas sequelas?

Eu tenho vontade de dizer que estou construindo uma colônia, de amadurecimento e respeito, coberta com muito amor. Eu tenho vontade de dizer que se você estiver pronto, eu também estou. E que se quiser correr para os meus braços, soltarei todas as bagagens para te pegar no colo e nunca mais, nunca mais te deixar escapar.

Às vezes…

Eu tenho vontade de dizer que nada mudou, mas quando reparo em minha volta, é perceptível que tudo está completamente diferente desde a última vez em que nos falamos.

E aí eu percebo que se eu não tenho coragem, de nada adianta essa minha louca vontade.

Como dizer adeus para alguém que você nunca imaginou viver sem?

FONTEJe Pellegrini
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS