Ele(a) não está tão a fim de você.

Ele te machuca, diz que não teve a intenção de te machucar, te pede desculpas e você perdoa. Ele promete que vai mudar, ele tenta mudar, diz que anda se esforçando pra isso. Mas se ele precisa mudar pra te fazer bem ou se esforçar pra que você fique bem ao lado dele, você  não precisa dele. Na primeira oportunidade, ele volta a te machucar, diz que foi por impulso, que não estava sóbrio, coloca toda culpa da bebida, na música alta, e em você. Ele chora até te convencer de que você tem culpa nisso tudo. Você acaba se convencendo de que existe alguma coisa de errado com você, porque ele te trata como tanta importância que você não consegue encontrar uma razão pra explicar o que ele fez e só se culpa.

Ele nunca procura novos lugares pra vocês, sempre espera que você o convide pra algum lugar e se você não convidar, ele sempre tem outros lugares pra ir sem você. Ele diz que tá com saudade, mas não aparece. Está sempre ocupado pra você, e se você puxa um assunto, ele muda de assunto, diz que teve um dia cansativo e que precisa dormir. Ele nunca está disponível pra falar sobre vocês. O dia dele sempre é bem corrido, ele te pede desculpas por não ter tempo pra você, mas o tempo que tem, prefere falar sobre ele com aquele papo egocêntrico de que não tem o mínimo interesse na sua vida, aquela conversa que te faz achar que ele é o único cara do mundo capaz de aceitar o teu temperamento.

Ele grita com você, te chama de idiota, diz que você é louca, ciumenta e paranoica quando você tenta questioná-lo sobre essa falta de presença que ele chama de falta de tempo.  Ele diz que você é inútil, e repete tantas vezes que, com o tempo, você acaba acreditando. Você passa mesmo a acreditar que você merece as bobagens que ele diz e faz com você.

Quando ele se sente vulnerável e percebe que você está prestes a se decidir, ele começa com aquele jogo de sentimentalismo barato só pra te confundir, diz que te ama e que não pode viver sem você, porque você é tudo de melhor que aconteceu na vida dele, mas enquanto está com você, nada muda. A verdade é que ele não consegue suportar a ideia de te ver livre, feliz e com outra pessoa, porque ele é tão inseguro que não sabe se consegue se dar bem sem você. Quando ele percebe que você se rendeu, logo te escanteia e te deixa pro segundo plano.  Ele exige sua companhia só quando bem entende. Quando vocês saem juntos, ele não se aproxima muito e qualquer pessoa que olha pra vocês, imagina que são só amigos tomando uma cerveja no final da tarde.

 
Ele só te culpa, te cobra tanta coisa que ele mesmo não consegue te dar. Só te arruma defeitos, te trata como um erro. Ele sugere que vocês fiquem apenas de vez em quando, te quer no tempo dele, te aceita no momento que ele quer. Ele some, aparece dizendo que pegou no sono, entra no Whatssap mas não te responde, até visualiza mas é mais fácil te dizer que estava ocupado, colocando o cachorro pra passear. Você percebe que ele está online a horas, mas quando você questiona, ele te diz que você está vendo coisas demais.  Nunca tem tempo pra conversar, sempre tá cansado, coitado! Ele não procura manter contato com você, só liga quando quer. Ele te coloca pra baixo, diz que os erros dele são efeitos dos seus, que as atitudes idiotas que ele tem foram consequência das suas. Ele tenta te culpar por ele ser babaca e te faz acreditar que realmente a culpa é toda sua. Depois, ele te pede desculpas, até chora, jura de pés juntos que não mentiu, não fingiu, você aceita as desculpas, dá mais uma chance, e ele aparece fazendo desse amor um jogo barato e sem destino. Ele não gosta das suas conquistas, acha os teus sonhos um saco, não comemora a tua felicidade. Tenho uma coisa pra te dizer, ele não está tão a fim de você.
FONTEIandê Albuquerque
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS