Desabafos e conselhos: Apesar de tudo que ele me fez, ainda penso nele.

O DESABAFO:

Tudo mudou depois do carnaval de 2014. Como todo início de namoro, tudo era muito perfeito. Amor pra lá e pra cá, sexo maravilhoso, atenção 24 horas por dia. Até que as brigas começaram, ciúmes. Terminamos antes do carnaval e voltamos na semana seguinte, depois dele ter beijado umas 30 meninas e levado uma pra cama. Não sentia vontade de sair de casa, de nada, sabe? Depois de tudo isso, eu ainda aceitei ele porque o amava. Ficamos juntos até julho. Dalí em diante tudo era tristeza na minha vida. Fiquei doente, perdi 10kg porque não comia absolutamente nada e não saia. Hoje, ele namora outra pessoa e eu terminei um segundo relacionamento há 2 meses. Ainda dou uma olhada no twitter pra ver o que ele anda fazendo, mas sempre bate aquela mágoa no fundo. Eu sabia que precisava mudar, mas só resolvi fazer isso quando já era tarde demais. Sou outra pessoa, mas infelizmente ou felizmente, longe do amor da minha vida! Queria muito dizer que me amo demais pra pensar em alguém que me causou tanto mal, mas eu não consigo. Ainda penso nele, penso nos momentos bons, mas depois penso também nos péssimos, só pra saudade ir embora. Queria voltar no tempo, queria tê-lo comigo mais um pouco, sabe? Já tentei outro relacionamento, mas não consegui gostar nem um pouquinho da pessoa e não sei mais o que me chama a atenção em alguém. 

A RESPOSTA:

 
Moça, será mesmo que o amor da sua vida é justamente o cara que te machucou? Cê precisa cair na real de que o amor da sua vida não deve ser um cara que te escanteia, que te deixa de lado, que te tira a paz ao invés de te dar abrigo, sabe? Cê precisa entender que o amor da sua vida não pode ser alguém que te faz sofrer. Entende que nem sempre as coisas são como a gente deseja, perder faz parte pra que possamos aprender também. É hora de se reinventar, se realinhar, se descobrir do avesso. Tua bagunça tem jeito, menina! Descobre a esperança em meio a dor. Talvez, agora você não saiba pra onde ir, mas uma hora você encontra o caminho e vai. E quando cê for vai perceber que o que passou, passou. Vai até agradecer porque não existem mais possibilidades de voltar. Talvez agora, você não saiba o que fazer direito, mas um dia você vai agir, vai pensar só em ir. Talvez agora, tudo o que te resta é pensar nele e querer voltar atrás, mas um dia você se conhece e aprende que pensar em você enquanto segue em frente é bem melhor. Desfaz da bagunça que ficou no teu peito e não faz a besteira de colocar ninguém dentro dele até que esteja tudo no lugar de novo, até que tudo esteja bem e pronto pra receber outra pessoa. Envolver alguém na tua bagunça, não vai te fazer esquecer dele, vai só te fazer machucar outra pessoa. Talvez você pense em voltar, mas no fundo você sabe que deve ir. Pensa bem, menina, cê vai ou cê fica? Vê se escolhe seguir e finalmente deixar que passe aquilo que merece ficar pra trás.
FONTEIandê Albuquerque
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS