Crie coragem, não expectativas

Sabe esse celular que você não desgruda?
Ele é uma ferramenta para fazer bem às pessoas, e de quebra, é um meio de te fazer bem também. Pega esse celular e pergunte agora como foi o dia de alguém que você gosta. “Mas quem?” – alguém que te faz bem. Quero crer que você é alguém que faz com os outros aquilo que gostaria que fizessem com você. E mais, imagino que a sua motivação em ser feliz está relacionada ao seu potencial em fazer alguém feliz.

Eu quero te pedir um favor: vai fundo.
Não se preocupe em não ter resposta, se preocupe em demonstar que gosta. Você é o único representante das coisas boas que deseja viver nesse mundo e; talvez não se lembre, mas a sua existência é fundamental. Você é importante para tanta gente. Há quem te diga isso, há quem prefira demonstrar de outra forma. Mas, todos nós, eu, você, todos nós, temos uma força incalculável para mudar vidas; temos um papel fundamental em outras vidas.

E o que você vai ganhar no fim?
Eu não sei. O que sei é que é melhor criar coragem para fazer algo bom, para falar uma coisa boa, do que criar uma expectativa na vida te apresentar alguém que te faça algo bom, que te fale uma coisa boa. Quanto choro ainda vai precisar chorar para entender que a vida te reserva algo que mereça, muito mais do que deseja? Você não é alguém que dependa de outro alguém, você é alguém que sabe fazer outro alguém feliz se esse alguém te fizer também. Pelo menos quero acreditar que você é assim.

O mundo não tem culpa da sua dor.
As coisas que não deram certo para você não podem comprometer aquelas que ainda nem chegaram a acontecer. Não retribua visualizando quem te visualizou e não te respondeu. Se o fizer, você estará sendo exatamente aquilo que você odeia que sejam. A fórmula é óbvia.

É mais inteligente aproveitar o tempo com novidade do que se vingando de maldades.

Algum nome da agenda do seu celular espera por um “oi” seu.
E talvez muitas coisas não aconteceram na sua vida porque você preferiu esperar que fizessem no seu lugar. E mesmo aquelas vezes em que chegou e fez, mas que não deram tão certo assim, te ajudaram mais do que imagina o fim. É melhor ter a paz pela tentativa do que a ansiedade pela realização.

Vou te falar algo que está cansado de saber: você não sabe como o amanhã vai ser. Esse clichê endossa a inteligência em vivermos as horas ao invés de deixar com que vivam em nós.

Isso não é sobre tentar ser feliz com alguém, isso é sobre se convencer como você sabe fazer alguém feliz. Poucos sentimentos são melhores que ser o responsável pela felicidade de outra pessoa. E nós temos esse poder.

Sabe esse celular que você não desgruda?
Não precisa deletar as conversas que te fizeram bem, mas bem que você poderia começar uma nova com alguém que te faça bem.

Eu quero te pedir um favor: crie coragem, não expectativas.
Coragem excita, a incerteza estimula, o frio na barriga dá vontade de sair correndo pelado na rua – espere, nem tanto… -. Expectativa assassina a sua vida. O mal da vida é prever como ela deve ser.
Quantos dias de quantas pessoas você já poderia ter feito feliz se tivesse feito o mínimo que gostaria que fizessem por você?

__________
Escrito por Marcio Rodrigues

COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS