Como ter um ótimo dia no trabalho (todos os dias)

Levantar com o pé esquerdo, TPM, maus pressentimentos, horóscopo desfavorável? Esqueça! Nada disso vai atrapalhar a sua performance. É só seguir as dicas mais do que preciosas da hipnoterapeuta inglesa Chloe Brotheridge.

 

Encarar um dia útil como uma sentença de morte diz muita coisa a respeito da sua vida profissional. Primeiro, que talvez seja hora de mudar de emprego (e para isso o remédio é… você sabe). Ou, se não for o caso, que alguma coisa esteja emperrando o seu bem-estar durante o período no escritório – sobrecarga, chefe mala… Mas, de acordo com Chloe Brotheridge, hipnoterapeura inglesa que conversou com exclusividade conosco, há vários pequenos hábitos que podem reverter o quadro: fazer o esforço render, ser bem-sucedida e reconhecida nunca foi tão simples.

Comece o dia do jeito certo

A primeira ideia que deve habitar os seus pensamentos tem de ser positiva. “Ao acordar, pegue lápis e papel e anote três coisas pelas quais você é grata; três coisas que você almeja; e outras três que você faz bem”, sugere Chloe. Uma maneira infalível de dar start e enxergar o copo meio cheio. Por mais que o mundo esteja ruindo sob seus pés, se concentrar no lado bom faz o ruim parecer menos ruim. Grandes chances de melhorar o humor e preparar o espírito para um dia cheio (de coisa boa, claro).

Como ter um bom dia no trabalho: comece do jeito certo

Faça meditação

Plenitude é a palavra de ordem. Pesquisas indicam que meditar de 10 a 20 minutos por dia produz mudanças no cérebro que resultam num maior relaxamento e otimismo. “Tente sentar-se confortavelmente, feche os olhos e concentre-se na respiração. Dê atenção ao ar entrando e saindo pelo nariz, passando pela parte de trás da garganta e aos movimentos do peito e da barriga”, ensina Chloe. Outra dica é não ir com sede ao pote – comece com cinco minutos diários e aumente progressivamente até 20. A hipnoterapeuta garante que os resultados são perceptíveis em seis semanas.

Faça meditação!

Seja pró-ativa

Além da atitude otimista, a pró-atividade faz o tempo correr mais suavemente – às vezes você tem a impressão que os minutos searraaaaaastam quando está trabalhando? Chloe recomenda listar todas as atividades, por menores e menos tempo que levem, e começar a liquidá-las por ordem de ‘chatice’. Se elaborar um relatório é a pior parte da rotina, programe-se para fazê-lo o quanto antes. “Determine prazos para cada tarefa e depois divirta-se ticando os itens cumpridos”, aconselha a especialista.

Seja pró-ativa

O dinamismo pode ajudar

Retomando o item anterior, eliminar “to dos” da lista gera uma satisfação deliciosa. Como incentivo, experimente dividir os processos em pedaços menores e mais gerenciáveis. Faça seus objetivos serem inteligentes. Como? Chloe define: “Eles devem ser específicos, mensuráveis, realistas e oportunos. Assim, você saberá exatemente quando atingir cada um. Ao invés de tentar finalizar todos os relatórios de uma vez, pense ‘vou terminar um relatório até o meio-dia e depois farei um intervalo'”.

Que as tardes passam como um flash se o trabalho for agradável, todo mundo sabe. Já ouviu falar da técnica Pomodoro? Use um temporizador (pode ser a função Timer do seu celular ou um outro aplicativo) para marcar sessões de 25 minutos intercaladas por pausas de três a quatro minutos. Foque a sua mente na tarefa a ser executada durante esse período de quase meia hora e descanse nos intervalos. “Isso pode ajudar na administração do tempo, tornando-o mais eficiente”. Só não vale emendar um dever no outro porque breaks são fundamentais, ok? – use-os para respirar fundo e desligar a mente do serviço. Chloe dá a dica: “Feche os olhos, imagine que você está na praia, com os pés na areia, o cheiro da brisa do mar, o canto dos pássaros, o barulhinho das ondas… mentalize toda e qualquer tensão saindo do seu corpo. Depois, retome o trabalho revigorada”.

Dinamismo é fundamental!

Você não precisa ser a Mulher-Maravilha

Outro bom conselho que cabe aqui é: sem noia! Não é realista esperar que as coisas caminhem perfeitamente bem em 100% do tempo. O que você pode fazer é mudar a sua atitude em relação a acidentes de percurso e erros, de modo que, caso aconteçam, eles não a desviem das suas metas. “Lembre-se de que o fracasso não é definitivo e os erros nos ensinam muito. Depois de muitas tentativas antes de inventar a lâmpada, Thomas Edson disse: ‘Eu não falhei, apenas encontrei 10 mil maneiras que não funcionam'”, conta Chloe. O melhor a fazer é aprender com os tropeços e tomar críticas como um feedback para evoluir.

Você não precisa ser a Mulher-Maravilha

Comunicação

A comunicação eficaz é primordial no local de trabalho. Expressar as ideias de forma direta, honesta e construtiva pode ajudar a evitar conflitos e bater de frente com colegas e superiores. Nas palavras da hipnoterapeuta, o subconsciente não sabe a diferença entre uma situação real e uma inventada. Pratique um “ensaio mental” imaginando-se em momentos assertivos e de confiança, criando possibilidades de diálogo e pensando em como você gostaria que respondessem a você. “Grandes oradores fazem isso o tempo todo para se preparar para eventos. Com a prática, sua mente leva em consideração e você estará tinindo, confiante e assertiva quando precisar”, conta Chloe.

Comunicação é primordial

Últimas palavras

Finalmente, a coisa mais importante que você pode fazer para ter um ótimo dia de trabalho todos os dias é manter as coisas em perspectiva. Pergunte a si mesma: ‘Em um ano, isso ainda vai importar?’ Em 99% das vezes a resposta é não. Dê o seu melhor e espere o universo conspirar a favor de volta.

FONTETão Feminino
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS