Antes de você chegar

Eu não devia ter me apaixonado. Essa é sempre a pior escolha. As chances de darem certo nos tempos de hoje são tão pequenas…

 

Era muito mais fácil quando o coração estava vazio. As festas tinham mais graça, a cerveja tinha um gosto especial e a música tocava alta e animada. As noites em casa eram de filmes e pipoca, o sono era leve e reconfortante.

 

A prioridade era sempre a diversão. Não tinha medo, não tinha compromisso, não tinha hora pra chegar em casa.

Conhecer gente nova e dar aquela “paqueradinha” era sempre uma novidade. Eu não me apegava a ninguém.

 

Muitas vezes fui trabalhar de ressaca e sabia que a noite anterior tinha valido a pena. Meus amigos eram minha família nas noite quentes e nas frias também.

Eu não precisava de ninguém para ser feliz, na verdade, ainda não preciso, mas era tão mais fácil ser autossuficiente.

 

Levava a vida sem peso, tudo era simples. Nada tinha conotação romântica. Eu não tinha com quem me preocupar, não passava noites em claro, não sonhava com príncipes encantados, não queria namorar, não planejava passar o feriado num chalé em Campos do Jordão, não esperava ansiosa por uma ligação ou por uma mensagem de Bom Dia.

 

Você chegou estragando tudo. Seus olhos me hipnotizaram, sua boca beijou a minha, sua mão tocou meu corpo, sua voz falou baixinho no meu ouvido e ali eu me desfiz.

O problema é que não foi recíproco e você foi tão rápido quanto chegou. Eu era mais feliz antes de te conhecer!!!

E agora?

Agora é esperar o amigo tempo passar e levar você… Espero que ele não demore e eu volte a sorrir pra vida.

Escrito por Monika Jordão, colunista do Sábias Palavras.

Escritores4-01

FONTESábias Palavras
TEXTO DEMonika Jordão
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS